Desenho de currículo

Este conteúdo tem como principal objetivo apresentar a visão educacional do Insper a respeito do Desenho de curso. A fim de estruturar um programa alinhado, são sugeridas sete ações, as quais não precisam seguir uma ordem específica em sua execução, mas que devem estar finalizadas e alinhadas entre si para assegurar o alcance dos objetivos do curso.

Proposta do curso 

Ao pensarmos em um novo curso, precisamos refletir acerca de quatro pontos para que possamos verificar se devemos ou não investir no desenvolvimento e lançamento de um novo curso. Precisamos primeiro analisar o impacto na sociedade que o curso promoverá e a sinergia dele com o nosso portfólio. Depois, tendo-se em vista a proposta de Escola para toda a vida, temos que analisar junto ao portfólio temático, considerando a especificidade de cada área qual o perfil profissional que desejamos para o nosso egresso, a fim de planejarmos o desenvolvimento das competências de acordo com o estágio de carreira que o curso atenderá. Temos também que realizar um benchmarking bem estruturado, para podermos analisar os diferentes contextos dos quais extrairemos subsídios para o planejamento de um curso de excelência, analisando os melhores cursos a nível global, o perfil e as necessidades dos empregadores e os profissionais de referência. 

Missão do curso 

Sob uma perspectiva macro, explicitamos o aprendizado que desejamos entregar por meio do novo curso e o processo planejado para seu desenvolvimento. Para tanto, estabelecemos o perfil do egresso, composto pelas competências que nos comprometemos a desenvolvermos neles. Definidas as competências de nosso egresso, pensamos na maneira como tais competências interagem entre si e se integram. Resumindo essas competências a palavras-chave, traduzimos essas inter-relações visualmente por meio de um framework. Apoiando a leitura do esquema visual estruturado, apresentamos de forma sintética e clara a jornada de aprendizagem à qual nossos alunos serão convidados a imergirem para se concentrarem em seu progresso acadêmico e profissional, onde encontrarão o apoio de toda a nossa comunidade Insper. 

Objetivos e experiências de aprendizagem 

Para realizarmos o planejamento da aprendizagem de nossos alunos, transformamos as competências de nossos egressos em objetivos de aprendizagem. Para isso, discutimos e definimos quais evidências sustentam a presença dessas competências e, então, de forma clara, declaramos o que nossos alunos estarão aptos a fazer após concluírem o curso. Com o foco no desenvolvimento dos objetivos de aprendizagem estabelecidos, criamos contextos que propiciam aos estudantes vivenciar as habilidades necessárias para seu crescimento, os quais tratamos por experiências de aprendizagem. Quando desenhamos essas experiências, prezamos processos de aprendizagem passíveis de avaliação e feedback contínuos, para que possamos intervir em resultados indesejados. 

Estruturação de trilhas 

Toda competência do perfil do egresso requer a mobilização de múltiplas habilidades. Para tanto, organizamos componentes curriculares diversos para sustentarem conjuntos de experiências integrados, originando as trilhas de aprendizagem. Estruturamos cada trilha com base em um ou mais objetivos de aprendizagem que compartilhem habilidades em comum, e, a partir deles, profissionais comprometidos com o aprendizado de nossos alunos planejam as etapas de desenvolvimento rumo aos objetivos. Esses profissionais, em parceria com a coordenação do curso, são responsáveis pela gestão da aprendizagem e juntos compõem o núcleo docente estruturante do curso (NDE).

Desenho do currículo 

Os elementos curriculares de toda trilha de aprendizagem devem cooperar entre si para que nossos alunos alcancem os objetivos de aprendizagem que estabelecemos. Com isso em mente, definimos como cada um desses elementos contribui para o aprendizado, analisando a organização do conjunto com foco no alinhamento e na integração das partes. 

Desenho de disciplinas 

Os elementos mais comuns nos currículos de nossos cursos são as disciplinas. Elas são grupos de aulas que compartilham a responsabilidade do desenvolvimento de habilidades e da aquisição de conhecimentos com acentuada integração. Com foco no aprendizado de nossos alunos, planejamos disciplinas com dinâmicas alinhadas aos objetivos de aprendizagem e que possibilitam coletar evidências para avaliação e fornecer feedback aos alunos.  

Avaliação da aprendizagem 

Criamos instrumentos de avaliação com potencial para medir o desenvolvimento dos alunos frente aos objetivos de aprendizagem que estabelecemos, com o intuito de verificarmos a eficácia do nosso planejamento pedagógico. Depois de coletados, analisamos os dados para oferecer feedback da aprendizagem e replanejar componentes curriculares que apresentem resultados indesejados. Promovemos a objetividade na correção das avaliações e para isso elaboramos rubrics que descrevem os níveis de aprendizado, tornando também as avaliações mais criteriosas.