Natura e o desenvolvimento de uma cadeia de fornecimento sustentável na Amazônia

Insper Instituto de Ensino e Pesquisa

Autores/Pesquisadores: Dirk Michael Boehe, Leandro Simões Pongeluppe e Sérgio Giovanetti Lazzarini

Área: Administração, Organizações e Estratégia

 

Código de Identificação do Caso: AE-P0025 | AE-E0025

Código de Identificação da Nota de Ensino: AE-P0025-NE | AE-P0025-TN

 

A Natura, maior produtora de cosméticos da América Latina e líder do mercado brasileiro, tem buscado se diferenciar de seus principais concorrentes, multinacionais de grande porte, pelo desenvolvimento de cosméticos com base em ingredientes derivados da biodiversidade brasileira. O caso remete a um dilema sobre a possibilidade de se gerarem ou não vantagens competitivas sustentáveis ao explorar um modelo de negócios que vai além do quadruple bottom line (isso é, a conciliação de objetivos financeiros, ambientais, sociais e humanos). Seguindo essa orientação e por meio da interação com comunidades rurais amazônicas, a Natura procura desenvolver cadeias de valor de forma sustentável e gerar mais retorno para a empresa. Assim, o caso da Natura ajuda a entender por que e como empresas podem incluir a quadruple bottom line em sua estratégia competitiva e sob que condições tal estratégia pode gerar vantagens competitivas sustentadas no longo prazo. O caso pode ser aplicado em disciplinas de estratégia competitiva e corporativa e em disciplinas voltadas ao entendimento de negócios sociais e emerging markets.

 

Objetivos de aprendizagem

  • Introduzir os alunos à aplicação de conceitos de estratégia e fomentar a discussão sobre vantagens competitivas sustentáveis.
  • Identificar a possibilidade de geração de vantagens competitivas (VCs) ao relacionar empresas a comunidades de baixa renda.
  • Verificar a importância do estabelecimento de parcerias com ONGs na implementação e no desenvolvimento de negócios sustentáveis em áreas onde não existe um mercado organizado.
  • Analisar em que medida os relacionamentos com os stakeholders da empresa podem se configurar como uma barreira à entrada de concorrentes e concorrer para a criação de VCs sustentáveis no longo prazo.
  • Vislumbrar o gargalo constituído pela regulação, bem como o diferencial advindo da competência de saber lidar com o ambiente regulatório brasileiro no que tange à exploração da biodiversidade.

 

Faça o download dos estudos de caso do Insper

voltar

Insper
linkedin facebook twitter youtube flickr

Insper

Rua Quatá, 300 - Vila Olímpia
- São Paulo/SP -
Brasil
| CEP: 04546-042
| Tel:
(11) 4504-2400

Webmail | Intranet Corporativa
Todos os direitos reservados

Mapa do site Notícias Acessibilidade Fale conosco