Home/Agenda de Eventos/Política e violência no Brasil

Webinar

O ano eleitoral, quando se disputa por meio do voto, o governo da Federação e as administrações dos Estados tende a ser normalmente polarizado. Isso não constitui um problema se limites forem respeitados. Que limites são esses? Quem os determina? Quem fiscaliza e garante o cumprimento das normas? Os últimos acontecimentos acendem um alerta?

Para debater esse tema o Centro de Gestão e Políticas Públicas do Insper organizou um seminário virtual, com os professores Carlos Melo e Fernando Schüler e mediação de Milton Seligman, no dia 18 de julho, às 11h.

Veja como foi:

Informações

Data: 18/07/2022

Horário: 11h00

INSCRIÇÕES

Realização:

Logo Centro de Gestão e Políticas Públicas CGPP

Conheça os participantes

Carlos Melo

Cientista Político, mestre e doutor pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), professor em tempo integral do Insper desde 1999, senior teaching fellow e embaixador Alumni. É também analista político, com participação ativa em vários veículos de comunicação, palestrante e consultor de empresas nacionais e estrangeiras. Por meio de uma análise conjuntural isenta, tem buscado contribuir com o debate político, econômico e social do Brasil. Colaborador de vários veículos de comunicação, é também colunista do UOL, onde alimenta um blog com análises a respeito da política brasileira. Pesquisador de temas como eleições, partidos, conflito político e liderança política, Melo é integrante da equipe dos centros de Políticas Públicas e de Liderança e Inovação, ambos do Insper. Também é professor de Sociologia e Política (Graduação), de Estratégia e Política (Mestrado) e do Curso de Relações Governamentais, além de coordenador da Trilha de Humanidade e membro do Conselho Acadêmico da instituição. Atua também em programas de Educação Executiva, como professor de Liderança Política, Multiculturalismo e História do Poder. Foi paraninfo e homenageado por turmas de formandos, na graduação, e duas vezes vencedor do Prêmio Chafi Haddad demelhor professor do ano.

Fernando Schüler

Doutor em Filosofia e Mestre em Ciências Políticas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com Pós-Doutorado pela Universidade de Columbia, em Nova Iorque. É Professor em tempo integral e pesquisador no Insper, especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental pela Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) e Especialista em Gestão Cultural e Cooperação Ibero-americana pela Universidade de Barcelona (UB). Foi Secretário de Estado da Justiça e do Desenvolvimento Social do Rio Grande do Sul e Diretor da Fundação Iberê Camargo. Ex-bolsista do Faculty Research Program do International Council for Canadian Studies, em Toronto, no Canadá. É criador e curador do Projeto Fronteiras do Pensamento. Possui experiência na área de análise política, com ênfase nas áreas de políticas públicas, história e filosofia política.

Milton Seligman

Possui graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Santa Maria. Membro do Conselho de Administração da Cerveceria Nacional Domenicana, da República Dominicana e da Cerveceria Bucanero, de Cuba, empresas associadas a Ambev. Foi VP of Corporate Affairs para a América Latina Norte da Anheuser-Busch Inbev Company e Diretor de Relações Corporativas da Ambev. Foi Secretário-Executivo e Ministro Interino do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, presidente e membro do Conselho de Administração do BNDES, Presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – INCRA e Secretário-Executivo e Ministro da Justiça. Teve diversos outros cargos no setor público e atuou ainda em organismos internacionais como Assessor do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD. Participou de simpósios, cursos de curta duração, encontros técnicos em Universidades e dentros de estudos e de empresas no Brasil, Alemanha, Argentina, Bélgica, Costa Rica, Colômbia, Cuba, Estados Unidos, França, Holanda, Itália, México e Uruguai. Escreveu livros, artigos e ensaios publicados em jornais e revistas do Brasil e do exterior. Em 2013, recebeu títulos e comendas do Governo da Bélgica, Governo do Estado do Paraná e Governo do Estado do Maranhão.