Revista de Economia e Administração – vol. 8 – n° 3

Insper Instituto de Ensino e Pesquisa

Sumário

The institutional design of the SUS: is its hybrid public-private nature leading to a better health system?

Gustavo Andrey Fernandes ……………………………………………………. 283-295

Contracts and incentives in quality beef chain: analyzing organizational failures

Silvia Morales de Queiroz Caleman

Decio Zylbersztajn ……………………………………………………………….. 296-311

Analysis of environmental and social responsibility events and their impact on the performance of oil companies

Luzia Hirata

Priscila B. O. Claro ………………………………………………………….. 312-332

Human capital and family influence to strategy adoption: evidence from Brazilian family farms

Fabio Matuoka Mizumoto

Maria Sylvia Macchione Saes …………………………………………………. 333-346

Applying real options theory to the valuation of small hydropower plants

Lara Monteiro da Silva Fenolio

Andrea Maria Accioly Fonseca Minardi ……………………………………………. 347-369

The institutional design of the SUS: is its hybrid public-private nature leading to a better health system?

Gustavo Andrey Fernandes

Resumo

A concepção ideológica de que a gestão privada é superior à administração pública tem se refletido na área da saúde pelo crescimento do número de convênios e contratações por diversos entes federativos de gestores para a provisão de atendimento do Sistema Único de Saúde. A principal característica deste fator é a explosão de parcerias do Poder Público com instituições privadas. O objetivo deste artigo foi justamente mensurar o impacto da gestão privada no SUS, por meio da estimação de um modelo de regressão para dados de contagem. O banco de dados utilizado consistiu em um painel de dados, organizado com base em informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e do Departamento de Informática do Ministério da Saúde, Datasus, abrangendo todos os municípios brasileiros entre 2000 e 2003. Em síntese, os resultados não confirmaram a existência de ganhos de eficiência, sugerindo que a simples transferência para as mãos da iniciativa privada não significa uma redução no número de mortes.

Palavras-chave: Políticas públicas; Saúde pública; SUS; Modelo binomial negativo em painel.

Contracts and incentives in quality beef chain: analyzing organizational failures

Silvia Morales de Queiroz Caleman

Decio Zylbersztajn

Resumo

Na literatura sobre coordenação no agribusiness, os contratos desempenham um papel importante, e diversas estruturas contratuais são observadas em cada tipo de atividade de produção. Além disso, embora os contratos abranjam uma parcela crescente das atividades agrícolas no Brasil, no caso da produção animal a utilização de contratos é limitada.

Este artigo procura identificar as razões para a baixa adoção de contratos formais examinando os arranjos contratuais nos programas de qualidade da carne bovina, desenvolvidos pelas empresas processadoras no Brasil. Num esforço para reduzir o vazio observado na literatura, este artigo estuda as características dos contratos nos Programas de Qualidade da Carne Bovina no Brasil, considerando as imperfeições de seus arranjos institucionais. As principais perguntas de pesquisa são: i) a estrutura de incentivos é suficiente para promover a cooperação? ii) quais são os riscos existentes? iii) qual é o papel das instituições legais?

Palavras-chave: Contratos; Incentivos à qualidade; Cadeia da carne bovina; Instituições legais.

Analysis of environmental and social responsibility events and their impact on the performance of oil companies

Luzia Hirata

Priscila B. O. Claro

Resumo

Este trabalho examina até que ponto um evento ambiental e social pode afetar o desempenho de empresas petrolíferas, usando a metodologia de estudo de eventos.

Testa-se a eficiência de mercado, em sua forma semi-forte, com base na suposição de que toda a informação publicamente disponível referente à responsabilidade ambiental e social se reflete nos preços de ativos, por meio de perdas de reputação ou da imposição de multas pelos acidentes ocorridos. É feita uma análise qualitativa com a finalidade de avaliar as condições sob as quais o mercado de capitais usa essa informação ou não na precificação de ativos. A análise dos oito eventos demonstra que apenas dois apresentaram o resultado esperado, ou seja, impacto negativo e significante atribuível ao evento.

Nos demais casos também houve impacto significativo, porém, positivo, o que contraria o resultado esperado. Para estes eventos, pesquisa adicional foi realizada com o objetivo de explicar os motivos do impacto positivo, como uma punição por agências governamentais, eventos exógenos, ou até mesmo uma possível estratégia de divulgação de informações positivas visando neutralizar os impactos negativos causados pelos danos ambientais ou sociais.

Palavras-chave: Estudo de eventos; Responsabilidade social corporativa; Finanças corporativas.

Human capital and family influence on strategy adoption: evidence from Brazilian family farms

Fabio Matuoka Mizumoto

Maria Sylvia Macchione Saes

Resumo

Apresentamos o argumento de que investimentos em capital humano, representados pela acumulação de experiências diversas e educação formal são relevantes na tomada de decisões estratégicas. O estudo empírico usa um levantamento de dados de 257 produtores de café. Aplicamos um modelo de switching regression para lidar com a auto-seleção de escolhas de estratégia e governança. Nossos resultados indicam que produtores com elevado grau de escolaridade passarão a adotar uma estratégia com certo grau de diferenciação quando firmam contratos formais com os compradores de café; além disso, os antecedentes familiares fornecem conhecimento específico à empresa que aponta para adoção adicional de estratégias de diferenciação. Portanto, argumentos de capital humano são relevantes como explicações de decisões estratégicas.

Palavras-chave: Estratégia; Governança; Endogeneidade.

Applying real options theory to the valuation of small hydropower plants

Lara Monteiro da Silva Fenolio

Andrea Maria Accioly Fonseca Minardi

Resumo

Nos últimos anos, pequenos empreendedores obtiveram autorização para a implantação de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs), mesmo sem terem capacidade econômico financeira para empreendê-las. Observa-se um elevado número de empreendimentos com obras excessivamente atrasadas ou que sequer saíram do papel e um comportamento especulativo de mapeamento de potenciais de PCHs sem a existência de planejamento financeiro para implantá-las. Após a obtenção de autorização para explorar a PCH, o empreendedor pode adiar o início da construção durante um período determinado. O objetivo deste artigo é aplicar a Teoria de Opções Reais à flexibilidade gerencial de adiamento de um projeto de PCH, durante o período de 2004 a 2008. Os resultados indicam que a opção de adiar o investimento na construção de uma PCH gera valor significativo para o empreendedor, pois é possível aguardar um momento favorável de preços para vender energia ou a autorização. Esta estimativa pode servir como guia à ANEEL para promover ações que inibam esse tipo de especulação, como por exemplo, aumentar o valor do depósito de garantia para a concessão da outorga.

Palavras-chave: Opções reais; Pequenas centrais hidrelétricas; Opção de postergar; Modelo binomial; Avaliação neutra a risco.

voltar

 Insper – Revista de Economia e Administração – 10 anos

Insper
linkedin facebook twitter youtube flickr

Insper

Rua Quatá, 300 - Vila Olímpia
- São Paulo/SP -
Brasil
| CEP: 04546-042
| Tel:
(11) 4504-2400

Webmail | Intranet Corporativa
Todos os direitos reservados

Mapa do site Notícias Acessibilidade Fale conosco