MANTENHA COMUNICAÇÃO FREQUENTE E DE QUALIDADE COM OS ALUNOS

Manter contato com os alunos é vital durante qualquer alteração nas suas aulas. Informe sempre aos alunos os casos de alterações de horários, tarefas, procedimentos e expectativas.

Princípios importantes para a comunicação efetiva:

  • Use o Blackboard como canal de avisos aos seus alunos: é importante ter um canal unificado de contato com os alunos. Use os recursos de Avisos e Fórum de Discussão para se comunicar com toda a turma.
  • Defina as expectativas: informe aos alunos como você planeja se comunicar com eles. Diga aos alunos com que frequência você espera que eles verifiquem as mensagens e com que rapidez eles podem esperar sua resposta.
  • Comunique-se cedo e com frequência: a comunicação precoce e frequente pode aliviar a ansiedade do aluno. Informe os alunos sobre ajustes o mais cedo possível, mesmo que todos os detalhes ainda não estejam definidos, e informe quando eles podem obter informações mais específicas. Considere combinar a frequência de suas mensagens com a de mudanças nas atividades da classe e/ou atualizações sobre o período de suspensão das aulas presenciais.

 

USE A FERRAMENTA DISPONIBILIZADA PARA TRANSMITIR AULAS ON-LINE

O Insper está testando e definindo a ferramenta que será disponibilizada para a transmissão de suas aulas on-line, que seguirão rigorosamente o calendário de aulas. Todas as demais interações com os alunos continuam a serem feitas pelo Blackboard.

Considerações ao conduzir uma aula on-line: 

  • Não combine dias e horários diferentes do calendário oficial.
  • Use headset para garantir qualidade de áudio.
  • Teste antes de realizar a transmissão on-line.
  • Prepare slides e outros materiais de apoio à aula.
  • Caso a lousa seja essencial para sua dinâmica, procure o DEA para discutir as melhores alternativas.
  • Recomenda-se que os alunos fiquem com câmera e microfone desabilitados durante a aula, e que perguntas ou pedidos de palavra sejam feitos via chat.
  • Realize a gravação de cada aula transmitida on-line. Elas ficarão disponíveis na nuvem da ferramenta. Não será permitido que os alunos façam download dessas aulas.
  • Para saber mais como criar equipes no Teams e outros recursos dessa plataforma, clique aqui.

 

USE O BLACKBOARD PARA ATIVIDADES E AVALIAÇÕES ON-LINE

O Blackboard segue como única ferramenta para atividades e avaliações on-line e deve ser explorada para adaptar as dinâmicas presenciais para o modelo on-line. Distribuídas aos poucos, novas leituras e tarefas podem contribuir para manter o ritmo do curso.

O recebimento de tarefas on-line durante a suspensão das aulas presenciais é bastante simples, pois muitos professores já coletam trabalhos pelo Blackboard. Mas há algumas peculiaridades que vale a pena você ter em mente:

  • Não receba tarefas por e-mail: pode ser fácil coletar tarefas em turmas pequenas por e-mail, mas turmas maiores podem sobrecarregar sua caixa de entrada. O Blackboard é o canal oficial e mais seguro de gerenciamento de tarefas.
  • Conheça as possibilidades do Blackboard: o Blackboard permite recebimento de trabalhos individuais ou em grupo e aplicações de avaliações com diversos tipos de questões.
  • Certifique-se de que os alunos saibam quando um novo material é publicado: se você publicar novos materiais no Blackboard, informe aos alunos o que você postou e onde. Os alunos serão estimulados a utilizar o aplicativo do Blackboard para receber notificações.
  • Mantenha a acessibilidade e compatibilidade com dispositivos móveis: em geral, recomendamos salvar arquivos em PDF. Caso tenha aluno que precise de materiais em outros formatos ou com recursos de acessibilidade, combine com ele as melhores alternativas.
  • Realize todas as avaliações on-line: no período em que as aulas forem oferecidas on-line, todas as atividades avaliativas devem ser feitas por meio eletrônico, inclusive avaliações oficiais (parciais ou finais). O DEA pode fornecer reunião individual (virtual ou presencial) aos professores que desejam adaptar sua avaliação/exame parcial ou final a um formato diferente, para garantir que o novo formato esteja medindo o que o professor quer. Além disso, o DEA pode sugerir tecnologias que podem ajudar no desenho de avaliações on-line.

 

ADAPTE AS ATIVIDADES DE LABORATÓRIO

As atividades de laboratório continuam podendo ser realizadas presencialmente enquanto não houver restrições de acesso ao prédio, mas devem ser constantemente alinhadas com o seu coordenador.

Adaptar atividades de laboratório é um dos maiores desafios do ensino on-line. Como muitos laboratórios exigem equipamentos específicos, eles são difíceis de reproduzir fora do espaço físico. No entanto, em caso de uma eventual restrição de acesso ao prédio, considere as orientações a seguir.

Considerações ao planejar atividades de laboratório:

  • Planeje um laboratório on-line: muitas atividades de laboratório exigem que os alunos se familiarizem com certos procedimentos, e somente a prática física desses processos o fará. Nesses casos, considere se há outras partes da experiência de laboratório que você poderia fazer on-line. Postergue as partes da prática física dos laboratórios até que o acesso ao prédio seja restaurado. O período letivo pode ficar confuso ao dividir as experiências de laboratório, mas deve ser considerado em caso de suspensão de todas as atividades presenciais.
  • Pesquise laboratórios virtuais: recursos e ferramentas virtuais podem ajudar a replicar a experiência de alguns laboratórios.
  • Forneça dados brutos para análise: nos casos em que o laboratório incluir a coleta de dados e sua análise, considere mostrar como os dados podem ser coletados e forneça alguns conjuntos brutos de dados para os alunos analisarem. Essa abordagem não é tão abrangente quanto fazer com que os alunos coletem e analisem seus próprios dados, mas pode mantê-los envolvidos com partes da experiência do laboratório durante o período de restrição de acesso às instalações.
  • Aumente a interação de outras maneiras: às vezes, os laboratórios fornecem tempo para a interação direta dos alunos; considere outras maneiras de replicar esse tipo de interação ou criar novas oportunidades de interação on-line, incluindo o uso do Blackboard e da ferramenta de videoconferência.

***

Partes das orientações desta página são adaptadas, com permissão, do site keepteaching.iu.edu da Universidade de Indiana, EUA. O conteúdo do “Keep Teaching” é licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License pelos Trustees da Indiana University.

Portions of the guidance on this page are adapted, with permission, from the Indiana University keepteaching.iu.edu website. “Keep Teaching” content is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License by the Trustees of Indiana University.