Home/Agenda de Eventos/O papel da autoridade monetária no combate à crise

Webinar

A autoridade monetária estabelece e executa normas no sentido de controlar a quantidade de moeda em circulação ou os meios de pagamento, bem como as condições de crédito e de financiamento na economia. E durante uma crise como a imposta pela Covid-19, qual é o papel da autoridade monetária no combate à situação?

Para debater o tema, os economistas José Alexandre Scheinkman, Ilan Goldfajn e Marcos Lisboa estiveram juntos no webinar promovido pelo Insper na quinta-feira, dia 30/04, às 12h30.

Webinars Insper – O Insper promove série de webinars gratuitos para abordar temas relacionados à chegada do novo Coronavírus, como panorama econômico, aspectos trabalhistas, ferramentas jurídicas aplicáveis, desafios para start-ups, liderança e gestão de equipes remotas, gestão do capital de giro em tempos de crise e o impacto do coronavírus em empresas familiares.

Confira a programação completa e assista, na íntegra, aos eventos que já passaram pelo nosso canal!

Veja como foi o webinar:

Realização

Informações

Data: 30/04/2020

Horário: 12h30

INSCRIÇÕES

24/04/2020 - Webinar O papel da autoridade monetária no combate à crise

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

CONHEÇA OS PALESTRANTES

Marcos Lisboa

Marcos Lisboa é diretor-presidente do Insper, doutor em economia pela Universidade da Pensilvânia e colunista da Folha de S.Paulo.

Ilan Goldfajn

Presidente do Conselho do Credit Suisse no Brasil e Diretor do Centro de Debate de Políticas Públicas (CDPP). É formado em economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, tem mestrado em economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e doutorado em economia pelo Massachusetts Institute of Technology. Em junho de 2016, foi empossado como Presidente do Banco Central do Brasil ficando até março de 2019. Em 2018, foi eleito “Central Banker of the Year” pela revista The Banker. Ilan Goldfajn já havia assumido a diretoria de Política Econômica do BC em 2000, quando a autoridade monetária era comandada por Armínio Fraga. Ficou até meados de 2003, já com o BC presidido por Henrique Meirelles. Ao longo de sua carreira, publicou diversos artigos, livros e atuou na academia, em organismos internacionais e no setor financeiro. Entre os cargos ocupados, estão o de economista-chefe e sócio do Itaú Unibanco, sócio-fundador da Ciano Investimentos, sócio da Gávea Investimentos, professor da Pontifícia Universidade Católica (PUC) e da Brandeis University (EUA), economista do Fundo Monetário Internacional, consultor do Banco Mundial.

José Alexandre Scheinkman

José Alexandre Scheinkman é professor de economia da Universidade Columbia (cadeira Edwin W. Rickert) e professor emérito na Universidade Princeton (cadeira Theodore Wells). Foi chefe do departamento de economia da Universidade de Chicago, vice-presidente em financial strategies da Goldman, Sachs e professor visitante em Paris IX-Dauphine, EHESS (Paris), Collége de France, EPGE (Rio de Janeiro), IMPA (Rio de Janeiro) e IBMEC (São Paulo). Em 2007-2008, o Professor Scheinkman foi fellow da Guggenheim Foundation. O Professor Scheinkman é bacharel em economia (UFRJ), mestre em matemática (IMPA), mestre e doutor em economia (Universidade de Rochester).