Home/Agenda de Eventos/Geopolítica e desafios do agro brasileiro em tempos turbulentos

Em 2021 o Brasil bateu recorde histórico nas exportações do agronegócio ao ultrapassar os US$ 120 bilhões, número que evidencia a posição do país como um dos principais fornecedores globais de alimentos, apesar de uma pauta concentrada em alguns destinos e, ainda mais, em poucas commodities.

Para 2022, se por um lado as perspectivas são positivas em virtude da retomada econômica pós pandemia, por outro, o setor encerrou 2021 preocupado com o aumento dos custos de produção, e redução de margens do produtor, além da apreensão causada pelo conflito Rússia-Ucrânia.

Estruturalmente é essencial ao setor discutir como ampliar a presença de produtos tradicionais em novos mercados e oferecer novos produtos em destinos tradicionais, buscando maior diversificação e adição de valor da pauta exportadora. Tais propósitos se apresentam ainda mais desafiadores no contexto atual de conflito armado envolvendo dois importantes países no cenário do agro, aumento do protecionismo global, recrudescimento das barreiras sanitárias, técnicas e burocráticas e pressões relacionadas aos esforços de combate ao aquecimento global.

A partir desse panorama, o Insper Agro Global e o Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI), retomam o seu Ciclo de Debates. Nesse ano o programa será trimestral com inovações no seu formato. Serão debates híbridos, com duas horas de duração para maior aprofundamento dos temas, sempre divididos em dois painéis.

Nesse primeiro debate de 2022,  exploramos no painel inicial, as tensões, oportunidades e desafios que se apresentam neste momento conflitivo em mercados atuais e potenciais para o agro brasileiro na Eurásia. Para conduzir esse debate contamos com André Corrêa do Lago, Embaixador do Brasil na Índia e conselheiro consultivo internacional do CEBRI, Larissa Wachholz, executiva, ex-assessora da Ministra da Agricultura para assuntos de China e sênior fellow do CEBRI e David Roquetti Filho, consultor, foi diretor executivo da Associação Nacional Para Difusão de Adubos (Anda).

No segundo painel especialistas abordaram desafios, oportunidades e estratégias para aprimoramento da pauta exportadora por meio de diferenciação e adição de valor aos produtos. Contamos com Flávio Bettarello, diplomata, ex-secretário-adjunto de Comércio e Relações Internacionais do Mapa; Luiz Roberto Barcelos, Diretor Institucional da Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas) e Sueme Mori, diretora de Relações Internacionais da Confederação Nacional da Agricultura (CNA).

Nossas orientações para a vinda ao Insper

Para a liberação da entrada no evento, é necessário apresentar o comprovante do ciclo vacinal completo (tenham tomado pelo menos duas doses de vacina ou uma dose da Janssen) na recepção. Pessoas impedidas de tomar a vacina deverão igualmente apresentar atestado médico de justificativa do impedimento.

Veja como foi o evento:

Informações

Data: 24/03/2022

Horário: 18h00

Local: Auditório Steffi e Max Perlman - Térreo

Entrada: Rua Uberabinha, s/n - São Paulo-SP

Estacionamento: Netpark - Entrada pela Rua Uberabinha, s/no.

Programação

Abertura e moderação:

  • Marcos Jank – Coordenador do Insper Agro Global e do Núcleo Agro do CEBRI
  • Julia Dias Leite – Diretora-presidente do CEBRI

Painel I

Mercados e geopolítica do agro brasileiro na Eurásia

Debatedores:

  • André Corrêa do Lago, Embaixador do Brasil na Índia
  • Larissa Wachholz, ex-assessora da Ministra da Agricultura para assuntos de China e sênior fellow do CEBRI
  • David Roquetti Filho, consultor, foi diretor executivo da Associação Nacional Para Difusão de Adubos (Anda)

Painel II

Desafios da pauta exportadora do agro brasileiro: diversificação e diferenciação

Debatedores:

  • Flávio Bettarello, diplomata, ex-secretário-adjunto de Comércio e Relações Internacionais do Mapa
  • Luiz Roberto Barcelos, Diretor Institucional da Abrafrutas
  • Sueme Mori, Diretora de Relações Internacionais da CNA

INSCRIÇÕES

Realização:

Apoio institucional:

Colaboração técnica:

Conheça os participantes

André Corrêa do Lago

Embaixador do Brasil na Índia. Foi Embaixador no Japão, negociador chefe do Brasil para Mudança do Clima e Desenvolvimento Sustentável, inclusive na Rio+20. Trabalhou em Madri, Praga, Washington, Buenos Aires, Bruxelas. É conselheiro consultivo internacional do CEBRI. Economista pela UFRJ.

David Roquetti Filho

Consultor empresarial, Presidente de Câmaras Setoriais, membro de conselhos, membro do Cosag e executivo de importantes empresas e associação. Atuou como Diretor Executivo da Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda) durante 10 anos. É Engenheiro Metalúrgico (FEI) e Mestre em Economia e Gestão de Agronegócios pela FGV.

Larissa Wachholz

Sócia da Vallya Participações e Diretora Executiva da Flora Capital, ex-assessora da Ministra da Agricultura para assuntos de China. É sênior fellow do CEBRI. Longa experiência com o mercado asiático. Mestre em Estudos Contemporâneos da China pela Renmin University of China.

Flávio Bettarello

Ministro-conselheiro da Embaixada do Brasil em Madri. Foi secretário adjunto de comércio e relações internacionais do Mapa. Ex-chefe da divisão de investimentos do MRE. Trabalhou em Washington e Bangkok. Doutor em Ciências do Comportamento (UnB), graduado em direito (USP) e administração de empresas (FGV).

Luiz Roberto Barcelos

Sócio-diretor da Agrícola Famosa, diretor institucional da Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), presidente da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Fruticultura do Mapa. Formado em direito (USP).

Sueme Mori Andrade

Diretora de Relações Internacionais da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil - CNA. Foi coordenadora de investimentos e cooperação internacional no Mapa e gerente de estratégia de mercado da Apex-Brasil. É Engenheira Mecânica com especializações em comércio exterior e gestão estratégica.