Home/Pós-Graduação/Cursos de MBA/Master em Gestão Pública

Master em Gestão Pública

É notável a complexidade que permeia a gestão pública no Brasil. Diante de suas particularidades e dificuldades, e em face da necessidade de atender às demandas de uma população carente de bons serviços, é preciso melhorar significativamente a qualidade de gestão de nossas políticas públicas.

Para isso, um quadro de gestores capacitados é vital para suprir as necessidades prioritárias e imprescindíveis dos cidadãos, não apenas solucionando as problemáticas atuais, mas também agregando uma visão de planejamento em longo prazo. O serviço público no país precisa de profissionais cada vez mais qualificados, atuando proativamente com um conjunto de mecanismos e inovações de gestão, que ajudarão na busca, descoberta, desenvolvimento, reprodução e adoção de melhorias em serviços, processos e técnicas organizacionais.

De modo a atender a uma demanda de lideranças com experiência profissional, que sabem o que funciona e o que não funciona no serviço público, e que buscam habilidades em planejamento, estratégia, inovação, relação entre organizações, comunicação, negociação e compreensão diferenciada para ser um líder ainda mais eficaz na solução de problemas públicos, o Insper criou o Master em Gestão Pública.

Este curso de pós-graduação lato sensu, voltado a lideranças do setor público, de empresas privadas que lidam com o governo e de organizações da sociedade civil, pretende capacitar profissionais com tomada de decisão analítica aprimorada e grande capacidade para entender e resolver problemas do mundo real.

Como parte dessa missão, o programa almeja reforçar um senso de espírito público e treinar o participante a adquirir ou aperfeiçoar as aptidões e os valores necessários para agir de maneira ética, respeitar a diversidade e nutrir um senso de prestação de contas e responsabilidade como servidores públicos.

O Master em Gestão Pública do Insper aborda três trilhas de conhecimento: Planejamento, Estratégia e Gestão; Gestão de Pessoas e Política; e Redes de Compartilhamento de Experiências. Interdisciplinar, o programa combina uma formação de alta qualidade, conduzida por professores pesquisadores e com ampla experiência profissional, com a aplicabilidade dos conteúdos desenvolvidos.

Uma vez por semestre, os alunos passarão por uma semana de imersão em experiências bem sucedidas de gestão pública. Nessas visitas de campo pelo Brasil, haverá importante trocas de experiências e contato direto com diversos stakeholders do governo e da sociedade, para conhecer toda a realidade envolvida, discutir como aquela prática pode ser aplicada em outras temáticas e promover networking.

Para tornar a experiência de aprendizagem ainda melhor, são disponibilizados mais de 8.000 e-books, incluindo alguns títulos da bibliografia básica dos cursos de pós-graduação lato sensu. O acervo também está disponível pelo APP Bookshelf para IOS e Android. Com o aplicativo, é possível fazer download de qualquer um dos títulos e ler enquanto estiver off-line.

Outro destaque do Insper está na constante busca por diversidade de perfil tanto do corpo docente quando dos alunos, o que é reforçado pelo apoio da Fundação Brava, que garante bolsas de estudo para um grande número de pós-graduandos vindos de várias regiões do Brasil. Assim, os participantes podem explorar um rico networking durante o programa e também após o término do curso.

Objetivos do programa

Por meio de treinamento teórico e prático, os alunos do Master em Gestão Pública do Insper aprendem a produzir insights necessários para programas e políticas públicas eficazes e equitativas, metodologicamente sólidas e socialmente relevantes.

Entre as habilidades trabalhadas, estão:

  • Desenvolver o uso de técnicas de Planejamento, Estratégia e Gestão
  • Melhorar a capacidade de lidar com Pessoas e Política
  • Criar Redes de Compartilhamento de Experiências

Com duração de um ano, o Master em Gestão Pública do Insper tem carga horária de 360 horas. As aulas acontecem no formato weekend (quinzenal, às sextas à noite e aos sábados), com cinco encontros presenciais e um encontro à distância por trimestre, além de duas semanas de imersão (no 2º e 4º trimestres) para conhecer e analisar uma experiência de gestão pública.

O programa conta com 12 disciplinas distribuídas ao longo de 4 trimestres, organizadas para desenvolverem três grandes objetivos de aprendizagem:

  • Planejamento, Estratégia e Gestão: análise de problemas públicos; planejamento e orçamento; organizações e arranjos interorganizacionais; inovação no setor público; e ciclo de políticas públicas.
  • Pessoas e Política: liderança; liderança política; gestão de desempenho; comunicação; e negociação.
  • Redes de Compartilhamento de Experiências: apresentação e comentários sobre a realidade e desafios de cada aluno; e análise aprofundada, em grupo, de experiências de gestão pública selecionadas pela sua representatividade de desafios complexos e bons resultados.

O candidato poderá apontar se deseja ou não participar de processo de concessão de bolsas de estudo, que poderão ser concedidas nas modalidades parcial ou integral.

Caso o candidato opte por concorrer à bolsa, deverá enviar até o dia 02/06 como documento adicional:

  • Carta de intenção do candidato dizendo como o curso irá alavancar sua carreira e sua possibilidade de ajudar na melhoria da gestão pública brasileira. Indicar a quantos níveis hierárquicos está da instância mais alta (Prefeito, Governador, ou Presidente da República) ou presidente da organização, se for o caso.

O Insper analisará a aderência do perfil do candidato ao perfil desejado para concessão de bolsa tendo como base os seguintes aspectos:

  • Qualificação – ter sido aceito no curso dentro do critério específico de seleção de alunos
  • Diversidade – considerar a importância de ter candidatos que emprestem à turma distintas correntes de pensamento e experiências profissionais
  • Impacto Social – o candidato apresenta alinhamento da experiência profissional aos objetivos do programa e com característica que sugira motivação pessoal e potencial de geração de impacto social
  • Necessidade – concessão da bolsa é condição necessária para a participação do candidato chave que, por conta de afazeres diversos, precisaria de um estímulo extra (a bolsa) para fazer um destes cursos
  • Comprometimento – contribuir para o sucesso do programa incluindo a obrigação de restituir os recursos recebidos na hipótese de interrupção do estudo (salvo se motivada por força maior)

Esta análise terá como base, além dos dados preenchidos pelos candidatos, também a avaliação dos dados adicionais enviados:

  • Carta de recomendação: avaliação quanto adequação e coerência
  • Carta de intenção: base para avaliação do potencial de impacto pelo candidato e da necessidade alegada para a concessão da bolsa
  • Avaliação de perfil: quanto a experiência profissional, nível de responsabilidade e influência na organização, tempo de formado, dentre outros

Os candidatos aprovados para receber a bolsa são convocados para a matrícula sem ônus para si ou para sua área de origem e os demais devidamente informados para que possam prosseguir a matricula mediante ao pagamento do investimento descrito para o programa.

Coordenação do Master em Gestão Pública

Marcelo Marchesini da Costa – Doutor em Public Administration & Policy pela State University of New York at Albany (SUNY). Mestre em Administração pela UnB e graduado em Administração Pública pela FGV-EAESP. Trabalhou na Petrobras, Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Ministério da Cultura e Ministério da Saúde. Pesquisador com foco em organizações da sociedade civil (OSCs). Experiência com métodos qualitativos e quantitativos, com ênfase em análises espaciais.

 

Coordenação Geral dos Programas de Cursos em Gestão e Políticas Públicas

André Luiz Marques – Economista e Mestre pela UFRJ. No setor privado, atuou por 17 anos em empresas como AmBev focado em finanças, planejamento e performance. Por 9 anos, atuou na administração pública da cidade do Rio de Janeiro tendo exercido, entre outras funções, a de subsecretário de Concessões e PPPs, com implantação de importantes projetos em diversos segmentos, e de subsecretário da área de gestão de projetos e metas da prefeitura.

 

Coordenador Executivo da Pós-Graduação Lato Sensu

 

 

 

 

Guy Cliquet do Amaral Filho – PhD em Comportamento Organizacional pela Tulane University (New Orleans) e Mestre em Engenharia Mecatrônica pela Escola Politécnica da USP. Graduou-se no ITA – Instituto Tecnológico da Aeronáutica. Além de docente, possui 25 anos de experiência profissional em empresas como Twill, American Tool Companies, Synchro e Braskem, onde atuou em posições de gerência sênior. Sua experiência em Gestão de Projetos inclui iniciativas na área de Sistemas de Gestão, Automação, Manufatura, Desenvolvimento de Software e Ensino.