Home/Pós-Graduação/Master em Jornalismo de Dados, Automação e Data Storytelling

Nos últimos anos, a comunicação digital tem passado por transformações profundas impulsionadas por avanços tecnológicos e inovações em ferramentas e narrativas. O mercado então passa a exigir novas competências dos profissionais que atuam nesta área: analisar e extrair insights de bases de dados, contribuir com a automação de processos e desenvolver produtos e narrativas guiadas por dados em diferentes plataformas são algumas delas.

É para suprir esta demanda de um mercado em expansão que surge o Master em Jornalismo de Dados, Automação e Data Storytelling do Insper. Formado por duas certificações independentes de seis meses de duração cada, o Master tem como objetivo desenvolver, de forma inovadora e aplicada, competências em análises estatísticas, programação, uso ético de dados, processos de automação e narrativas digitais.

O corpo docente é composto por profissionais premiados, com vasta experiência acadêmica e que são referência no mercado. Ao longo do curso, os alunos terão a oportunidade de criar uma série de produtos digitais guiados por dados que servirão como portfólio para alavancar suas carreiras em empresas de mídia, empresas de tecnologia, consultorias estratégicas, organizações sociais e outros setores.

Por que fazer o Master?

Ícone mão segurando lápis

Hands-on

Saia do curso com um portfólio próprio de projetos guiados por dados

Ícone ferramenta browser chapéu

Currículo inovador

Grade curricular em linha com as melhores escolas de jornalismo, ciência de dados e design do mundo

Ícone trofeu

Professores premiados

Aprenda com jornalistas de dados premiados e professores dos mais prestigiados programas do Insper

Ícone interface web lápis e engrenagem

Bootcamp exclusivo

Iniciantes terão acesso a uma imersão para nivelar conceitos e práticas introdutórias de jornalismo de dados

Ícone pessoa computador e livro

De iniciante a expert

Vá além do básico e prepare-se para produzir projetos guiados por dados que entregam valor para diferentes indústrias

Ícone silhueta pessoa

Torne-se líder

Coordene investigações jornalísticas e crie ferramentas de automação e narrativas visuais de alta complexidade

Objetivo do Programa

Formar comunicadores aptos a realizar projetos autônomos e ocupar cargos estratégicos em equipes de comunicação digital em organizações de mídia, organizações sem fins lucrativos, agências de relações públicas, empresas de tecnologia e outros mercados.

Ao final do curso, o aluno terá desenvolvido competências para:

  • Explorar bases de dados, extrair informações e apurá-las com técnicas investigativas digitais;
  • Obter, avaliar consistência, organizar e desenvolver estratégias de análise para extrair insights de grandes bases de dados;
  • Conceber e executar produtos guiados por dados e análises estatísticas;
  • Desenvolver algoritmos de automação para melhorias em processos de trabalho editorial;
  • Idealizar, projetar e prototipar visualizações de dados com foco em tarefas analíticas e comunicacionais;
  • Aplicar princípios e boas práticas de UI-UX para desenvolvimento de narrativas e produtos digitais.

Carreiras possíveis

Os pós-graduados poderão aplicar as habilidades adquiridas em análise de dados, computação e design em uma ampla variedade de campos, como jornalismo; publicidade e branding; consultoria de negócios e estratégia analítica; gestão; planejamento estratégico; empresas sociais; políticas públicas; previsão de tendências e inteligência de negócios.

Corpo Docente

Perfil de Álvaro Justen

Álvaro Justen

Programador, professor da Escola de Dados e fundador do Brasil.IO.

Perfil de André Filipe de Moraes Batista

André Moraes

Doutor em Engenharia de Computação pela USP e professor no Insper

 

Perfil de Carla Vieira

Carla Vieira

Mestranda em Inteligência Artificial pela USP e Google Developer Expert em Machine Learning

Perfil de Carol Rozendo

Carol Rozendo

Mestre em Ciências pelo MIT Media Lab, atua na prototipagem de dispositivos no Device Design Group da Amazon

 

Perfil de Clarissa Xavier

Clarissa Xavier

Doutora em ciência da computação pela PUCRS e cientista de dados da Renner

Perfil de Eduardo Aquarone

Eduardo Acquarone

Doutorando em Comunicação no Iscte em Lisboa e fundador da Flying Content

 

Perfil de Eduardo Colagrossi

Eduardo Colagrossi

Mestre em Economia pelo IPE-USP e fundador da Stork Sport

Perfil de Julia Giannella

Júlia Giannella

Doutora em Design e Tecnologia pela ESDI-UERJ e fundadora do Dataviz.Rio

 

Perfil de professor Lucas Novaes

Lucas Novaes

PhD em ciência política pela Universidade da California e professor no Insper

Perfil de Natalia Mazzote

Natália Mazotte

Mestre em Comunicação pela UFRJ e cofundadora da Escola de Dados

 

Perfil de Paula Basilone

Paula Basilone

Doutora e pesquisadora sênior na USP e Head em Data Science 180 insurance

Perfil de Pedro Burgos

Pedro Burgos

Mestre em Jornalismo Social pela City University of New York e professor do Insper

 

Perfil de Renata Steffen

Renata Steffen

Professora do Instituto Europeu de Design em Milão e diretora da agência Laboota

Perfil de Rodrigo Menegat

Rodrigo Menegat

Jornalista de dados na Deutsche Welle e alumni do Lede de Columbia

 

Perfil de Vinicius Sueiro

Vinicius Sueiro

Mestrando em design de interação na Universidade de Malmö e designer pela USP

FAle com a coordenação

Se você ficou com alguma dúvida sobre o Master, fale com a coordenadora Natália Mazotte.

O Master em Jornalismo de Dados, Automação e Data Storytelling tem carga horária total de 420 horas divididas em duas certificações com dois trimestres de duração cada.

Na certificação em Jornalismo de dados e automação, 180 horas serão síncronas, com aulas e seminários, 20 horas de laboratório e 20 horas dedicadas ao projeto final do curso. As disciplinas incluem tópicos como pensamento computacional, análise de dados, transparência e ética no uso de dados, automação e machine learning, e mineração de dados. Além disso, as duas últimas semanas serão exclusivas para você se dedicar ao projeto final do curso.

Já a certificação em Data storytelling terá 200 horas de duração, com 180 horas divididas entre as disciplinas e 20 horas para o desenvolvimento do projeto final. Nela, você vai aprender sobre design de informação, desenvolvimento de aplicativos e programação web (HTML, CSS e JavaScript), narrativas imersivas e, claro, visualização de dados.

Jornalismo de dados e automação (1º trimestre)

Pensamento computacional (30h)

Mais

Professores: Álvaro Justen e Paula Basilone

Análise exploratória de dados - Estatística descritiva (30h)

Mais

Professor: André Moraes

Open Source Intelligence (20h)

Mais

Professor: A definir

Transparência, reprodutibilidade e ética no uso de dados (20h)

Mais

Professoras: Natália Mazotte e Carla Vieira

 

Jornalismo de dados e automação (2º trimestre)

Algoritmos de automação (30h)

Mais

Professores: Álvaro Justen e Paula Basilone

Métodos em Inferência causal (30h)

Mais

Professor: Lucas Novaes

Mineração e análise de dados de redes, textos e imagens

Mais

Professora: Clarissa Xavier

Machine learning aplicado ao jornalismo (20h)

Mais

Professores: Eduardo Colagrossi e Pedro Burgos

Projeto final (20h)

Mais

Orientação: Natália Mazotte

Data Storytelling (1º trimestre)

Datavis Studio I (30h)

Mais

Professora: Júlia Gianella

Programação web (30h)

Mais

Professor: A definir

Design da informação (30h)

Mais

Professora: Renata Steffen

Data Storytelling (2º trimestre)

Datavis Studio II (30h)

Mais

Professores: Vinicius Sueiro e Rodrigo Menegat

Desenvolvimento de aplicativos web (30h)

Mais

Professora: Carol Rozendo

Narrativas Imersivas e tecnologias emergentes (30h)

Mais

Professores: Carol Rozendo e Eduardo Acquarone

Projeto final (20h)

Mais

Orientação: Júlia Gianella

Natália Mazotte é coordenadora do Programa Avançado de Jornalismo, professora e consultora especializada em dados e tecnologia. Foi research scholar de Stanford em 2019, com a bolsa John S. Knight de Jornalismo. Antes de ingressar no Insper, foi diretora-executiva da Open Knowledge Brasil, onde liderou projetos premiados de inovação cívica e capacitação em uso de dados para impacto social. Co-fundou a Escola de Dados e a Gênero e Número, startup de jornalismo de dados com foco em gênero, e criou a conferência brasileira de jornalismo de dados e métodos digitais (Coda.Br). Como professora, deu aulas no MBA Web Intelligence da COPPE/UFRJ, na Escola de Comunicação da PUC-RS e em cursos massivos do Centro Knight, da Universidade do Texas. É bacharel em Direito pela UFF, mestre em Comunicação pela UFRJ e tem pós-graduação em Estratégia Digital pela Pompeu Fabra (Espanha).


Sujeito a alterações de acordo com a disponibilidade dos professores

O Master é voltado a profissionais de comunicação e áreas correlatas que buscam se especializar desenvolvendo habilidades de programação, estatística e narrativas guiadas por dados, cada vez mais demandadas pelo mercado de trabalho.

Não é necessário ter experiência com dados ou programação para se inscrever neste programa. Os participantes terão uma semana de imersão em um bootcamp de Introdução ao Jornalismo de Dados para nivelar os conhecimentos básicos necessários para acompanhar as disciplinas obrigatórias.

O Master proporciona total autonomia para alunos e alunas conciliarem estudos com vida profissional. As duas certificações oferecidas são independentes, de modo que é possível cursá-las em momentos distintos e, depois de concluídas, conferem a certificação de pós-graduação lato sensu.

Ao final do curso, os participantes terão desenvolvido competências para serem peças-chave na transformação digital de organizações que atuam com produção de conteúdo digital, desenvolvendo ferramentas de automação, análises estatísticas e narrativas guiadas por dados.

Análise e aprovação de bolsa

O candidato pode apontar se deseja ou não participar de processo de concessão de bolsas de estudo, que podem ser concedidas nas modalidades parcial ou integral.

Caso o candidato opte por concorrer à bolsa, deve enviar uma carta de intenção explicando como o curso vai alavancar a sua carreira, até o término das inscrições no processo seletivo.

O Insper analisa a aderência do perfil do candidato ao perfil desejado para concessão de bolsa, tendo como base os seguintes aspectos:

  • Qualificação: Ter sido aceito no curso dentro do critério específico de seleção de alunos.
  • Diversidade: Considera a importância de ter candidatos que emprestem à turma distintas correntes de pensamento e experiências profissionais.
  • Impacto Social: A experiência profissional do candidato deve estar alinhada aos objetivos do programa. Ele deve possuir características que sugiram motivação pessoal e potencial de geração de impacto social.
  • Necessidade: A concessão da bolsa é condição necessária para a participação do candidato que, por conta de afazeres diversos, precisa de um estímulo extra para fazer o curso.
  • Comprometimento: Contribuir para o sucesso do programa, incluindo a obrigação de restituir os recursos recebidos na hipótese de interrupção do estudo (salvo se motivada por força maior).

Esta análise tem como base, além dos dados preenchidos pelos candidatos, a avaliação dos dados adicionais enviados:

  • Carta de intenção: Base para avaliação do potencial de impacto pelo candidato e da necessidade alegada para a concessão da bolsa.
  • Avaliação de perfil: São analisados experiência profissional, tempo de formado, nível de responsabilidade e influência na organização, entre outros.

Descontos

Associados da Abraji, ANER, ANJ, Ajor e Abracom podem obter desconto de 15% em cursos de Educação Executiva e especializações do Programa de Jornalismo e Comunicação da escola. Para solicitar o benefício, basta informar na matrícula a qual organização você ou o veículo em que você atua está associado.

Quero fazer o curso, mas não sei programar. Posso me inscrever?

Mais

Sim, antes do início das aulas haverá um bootcamp de Introdução ao Jornalismo de Dados para nivelar os conhecimentos básicos necessários para acompanhar as disciplinas obrigatórias.

Posso fazer apenas uma certificação?

Mais

Sim. Você pode cursar cada certificação de maneira independente e receber um diploma emitido pelo Insper, sem valor de pós-graduação lato sensu. Vale lembrar: o diploma de pós-graduação lato sensu será concedido apenas aos alunos que cursarem as duas certificações, independente da ordem em que elas forem concluídas.

Quanto tempo posso aguardar para concluir a segunda certificação e receber o diploma de pós-graduação?

Mais

Os alunos que cursarem uma certificação terão até 4 anos para finalizar a segunda e receber o diploma de pós-graduação lato sensu.

Não conseguirei cursar a Certificação em Jornalismo de Dados e Automação agora. Ela será oferecida novamente?

Mais

Sim, o Master terá oferta contínua de modo que a Certificação em Jornalismo de Dados e Automação será disponibilizada novamente no segundo semestre de 2022.
*A realização das turmas está condicionada à inscrição de um número mínimo de alunos.

Há bolsas de estudo disponíveis?

Mais

Sim, o Insper tem uma política de concessão de bolsas de estudo e os critérios adotados estão descrito na aba “bolsas e descontos“. Candidatos(as) ao Master e às Certificações podem solicitar a bolsa.

Qual é o valor do Master e das Certificações?

Mais

Todas as informações sobre valores e condições de pagamento podem ser obtidas mediante o preenchimento do formulário disponível na aba “Investimento“. 

Como o corpo docente foi selecionado?

Mais

Os professores foram escolhidos de acordo com os objetivos do Master. Todos têm vasta experiência de mercado e acadêmica e desenvolveram trabalhos que são referência em seus campos de atuação.

Quanto tempo de dedicação o curso vai exigir?

Mais

As atividades das certificações foram pensadas para que você consiga conciliar sua rotina de trabalho com os estudos. Além das aulas síncronas às segundas, quartas e sextas-feiras, o curso inclui uma programação assíncrona com vídeos e outros conteúdos para aprofundamento, além de exercícios semanais.

De que maneira as aulas vão ser oferecidas?

Mais

As aulas acontecerão pela plataforma Teams, de maneira síncrona, permitindo a interação ao vivo entre professores e participantes. O conteúdo das aulas ficará gravado para que possa ser assistido novamente, se necessário.

Como será o processo seletivo?

Mais

O processo seletivo tem algumas etapas: encontro com a coordenação, formulário de admissão, entrevista, documentação e análise final. Todos os detalhes estão descritos aqui.

Como será a avaliação do Master?

Mais

Ao final do curso, todos os alunos terão desenvolvido uma série de produtos digitais guiados por dados que servirão como portfólio e critério de avaliação.

Ficou com alguma dúvida?

Mais

Master em jornalismo de dados, automação e data storytelling

Seg

19

Jul

Noturno

Carga horária: 420 horas/aula

Início das aulas: 19 de julho de 2021

Segundas das 18h30 às 22h30, quartas e sextas-feiras, das 19h30 às 22h30

Encerramento das matrículas*: 17 de julho de 2021

*Para matricular-se é necessário passar por todas as etapas do processo seletivo. Vagas limitadas.

Certificação em Jornalismo de dados e automação

Seg

19

Jul

Live Learning

Carga horária: 220 horas/aula

Início das aulas: 19 de julho de 2021

Segundas das 18h30 às 22h30, quartas e sextas-feiras, das 19h30 às 22h30

Encerramento das matrículas*: 17 de julho de 2021

Certificação em data storytelling

Seg

24

Jan

Live Learning

Carga horária: 200 horas/aula

Início das aulas: 24 de janeiro de 2022

Segundas, quartas e sextas-feiras, das 19h30 às 22h30

Encerramento das matrículas*: 19 de janeiro de 2022

Infraestrutura