Revista de Economia e Administração – vol. 9 – n° 3

Insper Instituto de Ensino e Pesquisa

Sumário

Análise da eficiência da logística aeroportuária no Brasil

Carolina Goyatá Dias, Letícia Labegalini, Ricardo Silveira Martins e Adriano Provezano Gomes ………………..271-293

Avaliando a condição da política fiscal no Brasil

Adolfo Sachsida, Mário Jorge Cardoso de Mendonça e Luis Alberto Toscano Medrano ………………………….294-316

Avaliação da flexibilidade contratual da indústria do transporte marítimo utilizando opções reais

Fernando Nascimento de Oliveira e Pedro Caitete ……………………………………………………………………………..317-367

Elasticidade de transmissão e formação espacial de preços de leite ao produtor nos maiores estados produtores

Rosangela A. S. Fernandes, Marcelo José Braga e João Eustáquio de Lima ……………………………………………368-385

Regime de competência: estudo de caso dos impactos na aplicação das diretrizes do IFAC para órgãos governamentais

Ari Söthe, Jorge Eduardo Scarpin e Amélia Silveira ……………………………………………………………………………386-406

Decision process based on personal finance books: is there any direction to take?

Marco Antonio Pereira, Tatiana Ladeira Vidal, Thiago Navarro Amorim e Luiz Paulo Lopes Fávero ……………407-425

Análise da eficiência da logística aeroportuária no Brasil

Carolina Goyatá Dias

Letícia Labegalini

Ricardo Silveira Martins

Adriano Provezano Gomes

Resumo

Este estudo teve como objetivo analisar a eficiência dos maiores aeroportos brasileiros no que diz respeito ao transporte de carga, utilizando Análise Envoltória de Dados (DEA). Foram identificados como os aeroportos mais eficientes, Guarulhos, Salvador, Recife e Fortaleza, o que pareceu refletir uma adequada e realista visão da economia brasileira, resultante das relações comerciais do estado de São Paulo com o Nordeste brasileiro, considerando-se a distância geográfica das regiões. Percebeu-se ainda que os demais aeroportos ainda são relativamente pouco utilizados para fins da logística das empresas, em parte por causa da alta eficiência do serviço rodoviário. Por outro lado, fora das rotas que tenham São Paulo como origem ou destino, os volumes embarcados inviabilizam vôos regulares e mais freqüentes para muitos pontos do País, reduzindo as possibilidades de se contar efetivamente com esta opção logística. Afora esta relação comercial, os resultados também demonstraram grandes oportunidades para a otimização da gestão operacional da infra-estrutura aeroportuária brasileira.

Palavras-chave: Transporte aéreo; Análise de eficiência; Logística; DEA.

Avaliando a condição da política fiscal no Brasil

Adolfo Sachsida

Mário Jorge Cardoso de Mendonça

Luis Alberto Toscano Medrano

Resumo

Este artigo estima o estado da política fiscal no Brasil desde 1997, com base na metodologia de previsão condicional (DOAN; LITTERMAN; SIMS, 1984; WAGGONER; ZHA, 1999). Este indicador é medido pela diferença dos valores preditos para o hiato do produto quando condicionado aos valores observados e de equilíbrio estacionário dos instrumentos de política fiscal – carga tributária líquida e gastos correntes do governo. Nossos resultados indicam que a condição fiscal foi neutra de 2004 a 2006, porém expansiva em 2007. Não se observou evidência estatística de que a política fiscal tem exercido pressão sobre a inflação. Contudo, há evidência de que a condição fiscal tem afetado negativamente o produto da economia.

Palavras-chave: Vetor autoregressivo; Previsão condicional; Condição da política fiscal.

Avaliação da flexibilidade contratual da indústria do transporte marítimo utilizando opções reais

Fernando Nascimento de Oliveira

Pedro Caitete

Resumo

Este artigo tem como objetivo avaliar uma das flexibilidades inerentes aos projetos de investimento na indústria de transporte marítimo: a capacidade que o armador tem de alternar entre dois tipos de contrato de afretamento, o afretamento por tempo e o afretamento por viagem, que possuem diferentes níveis de exposição a incertezas. Como estudo de caso, é utilizado o investimento em um navio tanque para transporte de petróleo da classe Suezmax, utilizando dados do mercado internacional. Para avaliar a flexibilidade gerencial é empregado o modelo de Trigeorgis (1996) de troca entre modos de operação, utilizando a simulação dos fluxos de caixa de forma a chegar ao valor presente expandido. As incertezas consideradas foram os fretes, por viagem e por tempo, bem como os preços dos combustíveis, sendo modelados como movimentos de reversão à média. O estudo encontra um valor para a opção real que representa um acréscimo de aproximadamente 12,9% em relação ao maior valor presente considerado.

Palavras-chave: Análise por opções reais; Avaliação de investimento; Transporte marítimo; Navio tanque; Movimento de reversão à média; Simulação de Monte Carlo.

Elasticidade de transmissão e formação espacial de preços de leite ao produtor nos maiores estados produtores

Rosangela A. S. Fernandes

Marcelo José Braga

João Eustáquio de Lima

Resumo

O objetivo deste trabalho foi verificar a elasticidade na transmissão e a formação espacial de preços entre os principais estados produtores de leite do Brasil, de 1997 a 2005, pela análise de co-integração e pelo Modelo Vetorial de Correção de Erro (VEC). Os resultados evidenciaram que uma variação de 1% nos preços recebidos pelos produtores de leite de Minas Gerais traz uma variação de 0,38%, 0,72%, 0,93% e 0,26% nos preços em São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Goiás, respectivamente. Pela estimação do VEC, os coeficientes do Paraná e São Paulo, em módulo, foram comparativamente maiores que os demais. São Paulo é menos interdependente, indicando comportamento mais isolado no padrão de liderança de preço. Com o passar dos meses os preços de Minas Gerais explicam grande proporção da variabilidade dos preços de leite ao produtor dos estados, corroborando a importância relativa do estado na formação espacial de preços deste mercado.

Palavras-chave: Leite; Comercialização agrícola; Transmissão de preços.

Regime de competência: estudo de caso dos impactos na aplicação das diretrizes do IFAC para órgãos governamentais

Ari Söthe

Jorge Eduardo Scarpin

Amélia Silveira

Resumo

O estudo tem como objetivo geral analisar os possíveis impactos nos resultados contábeis dos órgãos públicos municipais com a utilização do regime contábil de competência proposto pelo IFAC (International Federation of Accountants). Para atingir o objetivo foi realizada uma pesquisa exploratória, com abordagem qualitativa, estudo de caso e aplicação empírica nos resultados contábeis de um governo municipal do Estado de Santa Catarina. Identificou-se no estudo um conjunto de benefícios da utilização da contabilidade por acréscimo ou competência proposta pelo IFAC, destacando-se a responsabilização na tomada de decisão, melhoria no detalhamento dos relatórios, formação e identificação de ativos e passivos e melhoria no desempenho financeiro. Destacou-se também o impacto nos resultados e principais índices de aplicação de recursos estabelecidos pela legislação. Os resultados contábeis de despesa executada, despesas com pessoal, educação, saúde e receita corrente líquida tiveram um impacto significante. Concluiu-se com o estudo que é possível identificar os impactos positivos da aplicação do regime de competência proposto pelo IFAC nos órgãos públicos municipais, proporcionando melhoria na qualidade das informações, evidenciação e identificação dos recursos efetivamente consumidos.

Palavras-chave: Regime de competência; International Federation of Accountants (IFAC); Órgãos governamentais.

Decision process based on personal finance books: is there any direction to take?

Marco Antonio Pereira

Tatiana Ladeira Vidal

Thiago Navarro Amorim

Luiz Paulo Lopes Fávero

Resumo

O presente estudo visa, por meio de uma abordagem exploratória, identificar os principais vieses disseminados pelos livros de aconselhamento em finanças pessoais, muitos deles campeões de vendas. De acordo com as teorias de análise de decisão, esses vieses podem levar a distorções acerca das alternativas ótimas a serem tomadas. Nessa pesquisa, os principais vieses disseminados pelos oito livros analisados foram aqueles relacionados a fatores motivacionais dos indivíduos, como ilusão de controle, egocentrismo, ilusões positivas irreais, etc., ou seja, fatores que despertam mudanças individuais. Na maior parte das obras pesquisadas, esses vieses são apresentados por meio de frases de efeito calcadas nos relatos dos autores de casos de sucesso ou fracasso, no intuito de perseverar o comportamento adotado ou abominar determinadas ações com o uso de heurísticas. O presente estudo, por meio da análise de correspondência, verifica que cada um dos livros privilegia uma corrente de pensamento e foca seus argumentos em poucos vieses de decisão, por vezes de forma antagônica ao modo como os demais best-sellers o fazem.

Palavras-chave: Viés; Finanças pessoais; Decisão; Análise de correspondência.

 

voltar

 Insper – Revista de Economia e Administração – 10 anos

Insper
linkedin facebook twitter youtube flickr

Insper

Rua Quatá, 300 - Vila Olímpia
- São Paulo/SP -
Brasil
| CEP: 04546-042
| Tel:
(11) 4504-2400

Webmail | Intranet Corporativa
Todos os direitos reservados

Mapa do site Notícias Acessibilidade Fale conosco