Revista de Economia e Administração – vol. 13 – n° 2

Insper Instituto de Ensino e Pesquisa

A antiguidade na organização e a satisfação laboral dos colaboradores do Ministério da Justiça em Portugal: evidências de uma relação em forma de L e não em forma de U

http://dx.doi.org/10.11132/rea.2014.872 

Pedro Miguel Alves Ribeiro Correia

João Abreu de Faria Bilhim

Resumo

Este artigo investiga a relação entre a antiguidade na organização e a satisfação laboral dos colaboradores do Ministério da Justiça em Portugal. A satisfação laboral é modelada como uma variável latente composta por quatro variáveis de medida. Os resultados obtidos evidenciam que a satisfação laboral (variável dependente) dos participantes no estudo apresenta uma variação em forma de L em função da sua antiguidade nas organizações onde trabalham (variável independente), contrariando as evidências de uma relação em forma de U reportadas em análises semelhantes resultantes de trabalhos de investigação prévios.

Palavras-chave: Antiguidade; Ministério da Justiça de Portugal; Relação em forma de L; Relação em forma de U; Satisfação laboral.

 

Construindo a interação entre gerenciamento de projetos e resource-based view (RBV)

http://dx.doi.org/10.11132/rea.2014.818 

Francisco Carlos Cobaito

Resumo

Podemos considerar que a abordagem da RBV (resource-based view) e o ponto de vista da teoria de gerenciamento de projetos apresentam pressupostos distintos. Enquanto a primeira se volta para o modo como os recursos se comportam para a criação e sustentação de vantagem competitiva, a segunda se volta aos recursos e competências necessários para maximizar a probabilidade de sucesso de um empreendimento. Ambas, contudo, se apoiam em pressupostos teóricos que identificam capacidades distintivas e competências essenciais nas organizações. Como objetivo, exploram-se os elos entre estas duas teorias. Com base em um estudo de caso, foi possível identificar quais e como os recursos de valor sob a ótica da RBV atuam simultânea e sinergicamente no gerenciamento de projetos.

Palavras-chave: Visão baseada em recursos (RBV); Gerenciamento de projetos.

 

Um estudo sobre a discriminação salarial no mercado de trabalho dos administradores do Brasil

http://dx.doi.org/10.11132/rea.2014.888

 

Daniel de Abreu Pereira Uhr

Gustavo Saraiva Frio

Alan Zibetti

Júlia Gallego Ziero Uhr

 

Resumo

O objetivo deste artigo é verificar se existe discriminação salarial de gênero e raça no mercado de trabalho dos administradores brasileiros. Utilizamos os métodos de Oaxaca-Blinder (1973), de Heckman (1979) e de Oaxaca-Ransom (1994) para os dados da Pesquisa por Amostra de Domicílios (PNAD) para os anos de 2002 a 2012. Os resultados mostram que há discriminação tanto de gênero quanto de raça.

Palavras-chave: Administradores; Discriminação; Raça; Gênero.

 

Risco de crédito e spread bancário em carteiras de financiamentos com recursos do BNDES

http://dx.doi.org/10.11132/rea.2014.878

 

Rogério Natal Cerri

Paulo Augusto P. de Britto

 

Resumo

As instituições financeiras, ao desempenharem sua atividade de intermediação financeira, incorrem em riscos, entre eles o risco de crédito, presente principalmente na realização de empréstimos. Para gerenciar este risco as instituições financeiras devem estar dotadas de ferramentas que permitam mensurá-lo desde a decisão por conceder empréstimos ao cliente à avaliação do risco da carteira (portfólio) das linhas de crédito. O risco de crédito não é apenas uma medida estanque da expectativa de perda da instituição, mas é também fundamental para a formação das taxas de juros dos empréstimos pelas instituições financeiras. Neste trabalho emprega-se a metodologia de avaliação de risco de crédito conhecida por CreditRisk+ para, juntamente com o conceito de retorno ajustado ao risco, analisar as linhas de crédito BNDES Automático e Finame, evidenciando o capital econômico alocado e o spread necessário para cobrir as perdas de crédito. Por fim, avalia-se o spread incorporando todos os fatores que determinam a formação da taxa de juros dos financiamentos. Atestou-se que o risco de crédito é o maior componente do spread, alcançando 73,1% para a linha do Finame e 68,6% para linha do BNDES Automático.

Palavras-chave: Risco de crédito; Spread bancário; CreditRisk+; Finame; BNDES Automático.

 

Análise de convergência entre os preços de mercado do trigo entre Estados Unidos da América, Argentina e Brasil no período de 2004 a 2012

http://dx.doi.org/10.11132/rea.2014.891

 

Fabiano Luiz Alves Barros

Francisco José Silva Tabosa

José Alex do Nascimento Bento

Evânio Mascarenhas Paulo

Mamadu Alfa Djau

 

Resumo

O presente trabalho analisa a relação entre os preços de Curitiba/PR, Porto Alegre/RS, Chicago/USA e Argentina/ARG no mercado de trigo, testando assim o grau de convergência entre esses mercados, no período de janeiro de 2004 a junho de 2012. Para isso, foram utilizados os testes de raiz unitária de séries temporais, com o intuito de calcular beta convergência (β) e meia-vida (p), seguindo a metodologia proposta por Busetti et al. (2006). Os resultados obtidos indicaram que há elevado grau de convergência entre os preços do trigo e também presença de custos de transação, exceto entre os preços da Argentina e de Porto Alegre.

Palavras-chave: Convergência; Meia-vida; Trigo.

 

Três homens e um desafio: planejando as estações da Serra Frio Ar Condicionado1

http://dx.doi.org/10.11132/rea.2013.752

 

Ana Lúcia Baggio Sonaglio

Nilana Rodrigues de Souza

Sidnei Vieira Marinho

Anete Alberton

 

Resumo

Era dezembro de 2009. Valério e José decidiram abrir seu próprio negócio. Na bagagem traziam vasta experiência no segmento de equipamentos de ar condicionado, o que os influenciou na fundação do próprio negócio – a Serra Frio Ar Condicionado Ltda. Nos primeiros anos tudo ia bem para a jovem empresa, mas o cenário se alterou com o decurso dos anos e ferramentas de gestão se faziam necessárias para melhor administrar o negócio. Os sócios acreditavam no potencial da empresa, mas não conseguiam visualizar qual o melhor caminho a seguir. Precisavam refletir sobre o futuro empresarial e identificar alternativas de ação para a Serra Frio. Decidiram assim definir os objetivos da organização a fim de atingir as metas: crescer, expandir e ser referência. Ao analisar o ambiente, tanto interno quanto externo, a Serra Frio teve a oportunidade de identificar pontos fortes e fracos e as ameaças e as oportunidades, possibilitando melhor exploração de seu potencial competitivo e definir o rumo de seus negócios.

Palavras-chave: Planejamento estratégico; Análise SWOT; Marketing.

Disciplinas sugeridas de aplicação: Planejamento Estratégico; Administração Estratégica;

1. Os instrutores interessados em aplicar o caso em algum de seus cursos devem entrar em contato com os autores para a obtenção das Notas de Ensino correspondentes.

 

voltar

 Insper – Revista de Economia e Administração – 10 anos

Insper
linkedin facebook twitter youtube flickr

Insper

Rua Quatá, 300 - Vila Olímpia
- São Paulo/SP -
Brasil
| CEP: 04546-042
| Tel:
(11) 4504-2400

Webmail | Intranet Corporativa
Todos os direitos reservados

Mapa do site Notícias Acessibilidade Fale conosco