Revista de Economia e Administração – vol. 11 – n° 1

Insper Instituto de Ensino e Pesquisa

Sumário

Desempenho competitivo dos apicultores fixos e migratórios
da microrregião do Cariri, Ceará

Wescley de Freitas Barbosa e Eliane Pinheiro de Sousa…………………..5-27

Fatores discriminantes no grau de satisfação de estudantes
de Administração

Filipe Quevedo-Silva, Dario de Oliveira Lima-Filho,
Leandro Sauer e José Nilson Reinert…………………………28-45

Fatos monetários no Brasil pós-Real

Matheus Albergaria de Magalhães e Victor Nunes Toscano…………………46-74

Impactos econômicos e investimentos setoriais da Copa de 2014 no Brasil

Paulo Roberto Pires de Sousa, Rogério Boueri Miranda,
Tito Belchior Silva Moreira e Benjamin Miranda Tabak……………………..75-92

Análise retrospectiva do debate sobre Gestão Econômica
no Congresso Brasileiro de Custos

Ana Paula Capuano da Cruz, Carlos Alberto Pereira e
Márcia Maria dos Santos Bortolocci Espejo……………93-108

Abordagem dinâmica do capital de giro em artigos publicados
nos periódicos nacionais do Qualis CAPES

Leandro Marques, Vanderlei dos Santos e Ilse Maria Beuren ……………….109-130

Desempenho competitivo dos apicultores fixos e migratórios da microrregião do Cariri, Ceará

A apicultura é uma atividade que apresenta baixo custo inicial e facilidade de manutenção em relação às demais atividades agropecuárias, e proporciona ao apicultor ocupação e geração de renda, possibilitando a sua permanência no campo. Dada a importância do setor apícola para o desenvolvimento da microrregião do Cariri, o presente estudo traça o perfil socioeconômico dos apicultores fixos e migratórios, identifica os fatores de competitividade desses apicultores nessa região e constrói um índice de desempenho competitivo para os apicultores fixos (IDCAF)
e migratórios (IDCAM). Para atender esses objetivos, utilizam-se estatística descritiva
e análise fatorial pelo método de componentes principais. Os resultados indicam que dos 80 apicultores entrevistados, nenhum deles apresentou alto grau de desempenho competitivo, e apenas 11 apicultores, sendo 6 fixos e 5 migratórios apresentaram nível intermediário de desempenho competitivo, ficando a maioria com baixo desempenho competitivo, segundo os parâmetros estabelecidos.

Fatores discriminantes no grau de satisfação de estudantes de Administração

O objetivo deste trabalho foi o de analisar os fatores determinantes da satisfação dos estudantes de administração da cidade de Campo Grande-MS com o curso que frequentavam.
Para tanto, foi conduzido um estudo quantitativo-descritivo transversal único, com 95% de confiabilidade e erro de 5,6%. O estudo abrangeu 281 estudantes de graduação em
administração de Campo Grande-MS durante o segundo semestre de 2008, utilizando um questionário estruturado. Foi usado um modelo de regressão logística que tinha como variável dependente a satisfação, e como variáveis independentes seis diferentes aspectos do curso: infraestrutura, professores, estrutura curricular, colegas de classe, coordenação e valor da mensalidade. O modelo ajustado apontou que apenas duas variáveis mostraram correlação significante com a satisfação: “professores” e “estrutura curricular”. Por meio dos valores de suas razões de chance foi possível detectar que “professores” é o fator de maior peso na satisfação dos estudantes.

Fatos monetários no Brasil pós-Real

O objetivo do presente trabalho é documentar as principais regularidades empíricas relacionadas a variáveis monetárias no Brasil ao longo do período posterior à instauração do Plano Real (1995/2008). Os resultados obtidos demonstram que, ao longo do período analisado, os seguintes padrões podem ser identificados: (i) na comparação com o período anterior ao Plano Real, nota-se que todas as variáveis monetárias apresentaram considerável redução em suas respectivas volatilidades; (ii) contrariamente à evidência internacional, os índices de preço não apresentam um padrão cíclico definido; (iii) não há relação robusta entre agregados monetários e índices de preços; (iv) a taxa de juros de curto prazo apresenta um padrão contracíclico, com
volatilidade mais de dez vezes superior à volatilidade do produto agregado; (v) não há padrão definido de precedência temporal entre taxas de inflação e produto agregado. Os resultados obtidos são interessantes por constituírem evidência inicial relacionada ao comportamento do setor monetário da economia brasileira em um período posterior à instauração de um plano de estabilização.

Impactos econômicos e investimentos setoriais da Copa de 2014 no Brasil

Esse artigo avalia o impacto da expansão de setores da economia brasileira, por unidade
da federação (U.F.), que provavelmente serão os setores mais beneficiados com a Copa do Mundo em 2014, considerando o PIB de cada Estado. Os resultados mostram, com base em estimativas de modelos de dados em painel de 1992 a 2008, que as atividades que apresentam os maiores impactos sobre o produto regional são aquelas vinculadas a imóveis e comércio, com coeficientes de elasticidade de 0,399 e 0,263 respectivamente. Os setores de transporte e comunicação, construção e turismo apresentam coeficientes de elasticidades nos valores de 0,154, 0,083 e 0,030 respectivamente.

Análise retrospectiva do debate sobre Gestão Econômica no Congresso Brasileiro de Custos

O presente estudo foi desenvolvido com a finalidade de identificar os atributos da produção científica que versa sobre Gestão Econômica veiculada em 6 edições do Congresso Brasileiro de Custos (CBC). A proposta consistiu em compreender o contexto das pesquisas desenvolvidas sob o enfoque de Gestão Econômica, com destaque para os principais traços desses estudos.
Metodologicamente, trata-se de um estudo bibliométrico de caráter descritivo. Por meio da técnica de análise de conteúdo, analisaram-se 27 artigos veiculados nos triênios 2004-2006 e 2007-2009. Os resultados sinalizaram que o desenvolvimento de pesquisas sobre Gestão Econômica com apoio em frameworks alternativos ainda é bastante tímido no universo analisado, porém, em linhas gerais, a produção científica sobre Gestão Econômica veiculada no CBC apresentou sinais de desenvolvimento. O debate sobre Gestão Econômica mostrou-se concentrado no Modelo de Gestão Econômica – GECON, não tendo sido identificada conversação com enfoques empregados em cenários internacionais. Como sugestão para pesquisas futuras, recomenda-se que sejam desenvolvidos estudos que abordem o inter-relacionamento da estrutura conceitual do GECON com outras perspectivas internacionalmente discutidas.

Abordagem dinâmica do capital de giro em artigos publicados nos periódicos nacionais do Qualis CAPES

O estudo objetiva identificar o perfil da produção científica sobre a análise dinâmica do capital de giro em artigos publicados nos periódicos nacionais do Qualis CAPES. Selecionaram-se 43 periódicos da área de Administração/Contabilidade/Turismo e as respectivas edições publicadas.
Os 22 artigos identificados, que contêm as palavras “capital de giro” e/ou “Fleuriet” no
seu título, resumo e/ou palavras-chave, foram analisados. Por meio de elaboração de tabelas e confecção de redes, com a utilização do software UNICET®, verificaram-se aspectos gerais dos artigos e se procedeu à análise de autoria, universidades e referências das publicações.
Os resultados da pesquisa mostram que o assunto está inserido em distintos periódicos, com predominância naqueles do estrato B3 do Qualis CAPES. Os laços entre os autores são fracos, representados pelo relacionamento estabelecido entre autores de apenas um artigo, e o autor com maior centralidade não é o que apresenta maior número de publicações. Os livros brasileiros são as referências mais utilizadas, constituindo-se até mesmo em única fonte de informação para as obras iniciais. Conclui-se que o conhecimento da análise dinâmica do capital de giro está disperso entre os autores nas pesquisas brasileiras. Há necessidade de uma maior rede de cooperação entre os autores, assim como de universidades, bem como o aperfeiçoamento na utilização das referências bibliográficas.

voltar

 Insper – Revista de Economia e Administração – 10 anos

Insper
linkedin facebook twitter youtube flickr

Insper

Rua Quatá, 300 - Vila Olímpia
- São Paulo/SP -
Brasil
| CEP: 04546-042
| Tel:
(11) 4504-2400

Webmail | Intranet Corporativa
Todos os direitos reservados

Mapa do site Notícias Acessibilidade Fale conosco