Marcos Sawaya Jank

E-mail: marcos.jank@insper.edu.br

Linkedin: Coletânea de artigos de mídia

Acesso ao Currículo Lattes

No início de maio Marcos Jank assumiu a posição de professor e pesquisador sênior de Agronegócio Global no INSPER, com o objetivo de liderar a criação de um centro de estudos estratégicos e capacitação sobre essa matéria. Ele também assumiu o ciclo 2019 em sistemas agropecuários integrados da “Cátedra Luiz de Queiróz” da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” da Universidade de São Paulo (ESALQ-USP).

Nos últimos quatro anos representou grandes associações de exportadores agroindustriais brasileiros na Ásia, após ter apoiado a expansão da BRF naquele continente. Foi presidente da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (UNICA) e fundador e presidente do Instituto de Estudos do Comércio e das Negociações Internacionais (ICONE), um dos principais think-tanks de análise global do agronegócio brasileiro. Serviu também como especialista em Integração e Comercio no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em Washington, DC. Integrou numerosos conselhos no país e no exterior – hoje atua como conselheiro da Rumo Logística, Comerc Energia e do International Food Policy Research Institute (IFPRI), em Washington. Liderou ainda projetos do Banco Mundial, FAO, PNUD, OCDE e outras organizações internacionais.

Durante quase 20 anos, Jank foi professor associado da Universidade de São Paulo, nas Faculdades de Economia e Administração (FEA) e de Ciências Agrárias (ESALQ), durante os quais estudou e lecionou na Europa e nos Estados Unidos. Jank é engenheiro agrônomo pela ESALQ-USP, mestre em política agrícola em Montpellier-França, doutor em administração pela FEA-USP e Livre Docente pela ESALQ. Entre os diversos prêmios conquistados durante a sua carreira estão: 100 personalidades mais influentes do agronegócio brasileiro em 2012, 2014 e 2018 pela Revista “Dinheiro Rural”; Prêmio ABERJE pela melhor campanha de comunicação corporativa do País em 2011, para o Projeto Agora da cadeia sucroenergética; 100 personalidades mais influentes do Brasil em 2010 pela Revista Época e “Engenheiro Agrônomo do Ano” em 2007.

Área de Pesquisa : Agronegócio, Bioenergia, Comércio exterior, Economia e Gestão de Sistemas agroindustriais, Estudos de Ásia e China, Política agrícola e agroalimentar, Política comercial e negociações internacionais, Sustentabilidade.