Tornar a comunidade Insper agente de transformação para diversidade, equidade e inclusão na sociedade, através do ensino de excelência e de pesquisa aplicada, com relação a classe, raça, gênero, orientação sexual, origem, deficiências, ideologias e demais diferenças. Construindo valores que potencializam o desenvolvimento de talentos diversos, otimizando a alocação de recursos, tecnologias, direitos e capital humano. Contribuindo assim, para o desenvolvimento socioeconômico sustentável do país.

Bruna Arruda
Coordenadora

Integrante e mentora do Coletivo Estudantil Raposas Negras (Insper). Participante do Projeto Compaixão – Missão Haiti. Participante do grupo Black Women in Science and Engineering and Black Women in STEAM. Graduada em Engenharia Química pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) com láurea acadêmica. Especialização em Gestão Ambiental pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Mestre em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), na área de Ciências Térmicas. Doutoranda na Faculdade de Engenharia Química na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) na temática Educação em Engenharia.

Integrantes:

Alex Soares de Souza
Comunicação e Eventos

Ana Carolina Velasco Gagliardi
Relações Institucionais

Antonio Carlos Rosso Junior
Graduação

Bianca Margarita Damin Tavolari
Docência De Dedicação Exclusiva

Bruna Ancheschi Lopes
Comunicação e Eventos

Carolina Fouad Kamhawy
Núcleo De Carreiras E Rep

Cristiane Tiemi Kussaba
Mba Executivo Em Gestão De Saúde

Daniela Aparecida Fatoreto Assofra
Graduação

Edson Fernando do Nascimento Almeida
Relações Internacionais

Fabiana Barreto dos Santos
Núcleo De Programas De Gestão E Politicas Publicas

Giovanna Spada de Lima
Desenvolvimento De Sistemas

Joyce Janaina Cocato de Souza
Savi – Secretaria De Avaliação Institucional

Lais Mie Kokumai
Comunicação e Eventos

Luciana de Paula Arjona
Biblioteca

Michael Tulio Ramos de França
Apoio A Pesquisa

Michelle Nakano
Controladoria

Natalia Pires de Vasconcelos
Professora

Piero Caique Souza e Silva
Comunicação e Eventos

Priscila de Souza Rodrigues
Administrativo Financeiro E Contabilidade

Renice Aparecida Pombani Ton
Insper Pessoas

Sergio de Carvalho e Silva
Multinsper

Sergio Roberto Cardoso
Graduação

Simone Ananias Emparanza
Apoio a Diretoria

Stephanie Ribeiro da Silva
Insper Pessoas

Tatiana Iwai
Docência De Dedicação

Vinicius dos Santos Pereira
Biblioteca

Willian Ezequiel Rodrigues
Administrativo Financeiro e Contabilidade

  • Promover a diversidade, engajando pessoas a gerar experiências que estimulem a reflexão dando visibilidade à causa, reduzindo a discriminação e as desigualdades.
  • Construir um ambiente onde a diversidade seja um imperativo ético.
  • Tornar a comunidade Insper um reflexo da diversidade existente em nossa sociedade.
  • Preservar nosso Código de Ética e Conduta

Atrair:

  • Aumentar número alunos, docentes e colaboradores diversos na escola.

Acolher:

  • Formação: Garantir uma formação e conscientização em toda comunidade Insper com relação à D&I, com profundo pensamento crítico.
  • Cultura Organizacional: Estabelecer ambiente inclusivo, que garanta a segurança psicológica da Comunidade Insper.
  • Gestão de Carreira/Formação: Estabelecer mecanismos que garantam o desenvolvimento acadêmico e profissional de forma equânime da comunidade Insper.

Comunicação:

  • Construir a reputação da marca Insper como diversa e dar visibilidade à importância da D&I para a sociedade.

Indicadores:

  • Garantir o acompanhamento e redirecionamento do projeto de Diversidade a partir dos indicadores estratégicos.

Disponibilizamos um canal de acolhimento para receber qualquer tipo de situação de discriminação que você tenha vivido ou que você tenha presenciado no Insper, além disso estamos à inteira disposição para bater um papo, acolher qualquer desconforto ou dúvida que você tenha.

Estamos à disposição tanto por aqui anonimamente quanto por e-mail (acolhediversidade@insper.edu.br) e também de forma pessoal, somos todos e todas embaixadores da causa.

Em caso de denúncia, ela será submetida a um comitê de avaliação e caso a atitude infrinja o nosso código de ética as devidas penalidades serão tomadas.

Vamos construir no Insper uma cultura inclusiva e equânime, para isso precisamos nos mover, e nos posicionar.

Juntas e juntos somos mais fortes.