Indicadores e Publicações

Centro de Estudos em Negócios

Projetos, relatórios de pesquisa acadêmica, working papers e white papers, entre outros derivados de trabalhos desenvolvidos pelos pesquisadores. Conheça aqui alguns destes trabalhos.

O estudo feito através de uma parceria do Insper, Spectra e ABVCAP.
O estudo analisou o desempenho de 381  fundos de PE e VC brasileiros levantados entre  1994-2020, com base nas demonstrações contábeis registradas na CVM, complementadas com informações proprietárias da Spectra.  Apesar das diversas crises econômicas, a indústria de PE e VC brasileira entregou em média bons resultados em reais.  Os investimentos em dólares em média sofreram com a desvalorização cambial.  Considerando os investimentos em carteira a valor de mercado, e utilizando-se fluxos de caixa líquidos de taxa de administração e performance, estimou-se que em média os fundos brasileiros renderam 1,93 vezes o capital investido em reais,  e 1,55 vezes o capital investido em dólares.  Isso  corresponde a uma taxa interna de retorno de 17,5% a.a em reais, e 11,2% em dólares.  Os fundos de PE e VC pagaram prêmio pela falta de liquidez, pois tiveram desempenho superior a aplicações feitas no índice Ibovespa, no CDI e no MSCI EM (índice de ações de mercados emergentes).  Observa-se também que os fundos de VC (empresas de tecnologia) lançados de 2009 em diante tem tido retorno em média superior aos fundos de PE (empresas tradicionais).