Home/Noticias/“Tem que ser profissional para fazer uma crise desse tamanho”, diz Marcos Lisboa