Home/Noticias/Para cientista político, momento é do fim do ativismo de sofá