Home/Noticias/O “apagão das canetas” em obras públicas foi tema de bate-papo no Insper