Home/Noticias/Melhora da nota de risco de empresas latinas não se traduz em valorização de ações