Home/Noticias/Marcas não acompanham tendências dos aplicativos que prestam serviços