Home/Noticias/Especialistas explicam ‘boom’ no futebol chinês e cravam: ‘Não tem porque parar’