Home/Noticias/Eduardo Cunha não foi o único; falta gente em Curitiba