Conhecimento

Impacto Insper
Insper Instituto de Ensino e Pesquisa

Publicações em revistas renomadas

Produções científicas de pesquisadores do Insper são reconhecidas pela academia internacional

Os docentes do Insper Hedibert Lopes, Sandro Cabral e Sérgio Lazzarini levam a produção acadêmica do Insper para as páginas das duas mais conceituadas revistas científicas do mundo: The American Economic Review e a Organization Science. Com artigos sobre modelos econômicos e Parcerias Público Privadas (PPPs), a escola é mais uma vez reconhecida pela academia internacional e reforça o seu compromisso com a valorização e incentivo às pesquisas.

Professor e Phd em Estatística e Econometria no Insper, Hedibert Lopes assina o estudo Walk on the Wild Side: Multiplicative Sunspots and Temporarily Unstable Paths em co-autoria com Guido Ascari e Paolo Bonomolo. O artigo será publicada na The American Economic Review, uma das mais antigas e respeitadas revistas científicas em Economia. A publicação existe desde 1911. O artigo avalia modelos econômicos utilizando uma metodologia que possibilita a análise de cenários menos estáveis, considerando dados de deflação, por exemplo.

“O caminho para a publicação de um artigo em uma revista científica é longo, mas muito importante. Menos de seis brasileiros já tiveram um estudo publicado na The American Economic Review, isso impacta positivamente na percepção não apenas nacional, mas também internacionalmente da produção acadêmica do Insper”, avalia Lopes.

Referência para acadêmica internacional nas áreas de Estratégia, Gestão e Teoria Organizacional, a Organization Science é publicada bimestralmente desde 1990. Sandro Cabral e Sérgio Lazzarini em parceria com os pesquisadores Bertrand Quelin e Ilke Kivleniece, terão o estudo The Private Scope in Public-Private Collaborations: An Institutional and Capability-Based Perspective publicado em breve.

Os pesquisadores trabalharam por mais de seis anos para concluir o estudo sobre Parcerias Público-Privadas (PPPs), que traz uma análise de dados mundiais sobre o tema de duas décadas. O artigo revela a importância de um trabalho conjunto entre as empresas e governos para projetos de sucesso, que envolvem contratos claros e competência pública para atrair investimentos privados.

“O Insper acolhe pesquisadores que são capazes de desenvolver investigações de excelência que contribuem para o debate acadêmico e de políticas públicas. A publicação de nosso artigo evidencia que as pesquisas realizadas no Brasil têm potencial, relevância e contribuem para a produção científica internacional”, conclui Cabral.

 



Gestores públicos participam de cursos de Planejamento e Gestão

Iniciativa da escola já capacitou mais de 100 profissionais que atuam nas áreas de Educação e Atendimento à Primeira Infância

No mês de agosto, recebemos duas turmas de profissionais de organizações públicas com foco em implementação e gerenciamento de políticas voltadas para a Primeira Infância e Educação. Mais de 100 gestores do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) participaram dos cursos e trocaram experiências sobre as melhores condições de realizar uma gestão mais eficiente dos programas voltados às políticas públicas de atendimento à população.

“Aprimorar as competências e conhecimento desses profissionais em planejamento e gestão, habilidades que muitas vezes não são inerentes às suas formações, é um dos caminhos para melhorar a eficiência e resultados de programas e serviços relacionados a políticas públicas”, avalia David Kallás, professor do Insper e responsável elo projeto aplicativo da iniciativa.

A parceria da escola começou em 2017 com o Consed e priorizou o desenvolvimento do Programa de Formação em Planejamento para a Implementação de Políticas Públicas e Desenvolvimento do Ensino Médio. Durante um ano, mais de 50 gestores e profissionais das Secretarias de Educação de todo o país puderam ampliar sua capacidade técnica para a implementação de reformas no Ensino Médio, com foco no desenvolvimento de soluções para os desafios da Educação no país.

De forma bastante prática, o curso abordou a análise e resolução de problemas vividos pelos profissionais de acordo com a realidade de cada região, debatendo caminhos para aperfeiçoar políticas educacionais. Como trabalho de conclusão do curso, os participantes elaboraram um plano com foco em três campos de atuação prioritários: reformulação curricular, formação de gestores e professores e ações para enfrentar as desigualdades e assegurar a equidade. Com isso, foi identificada a necessidade de reformulação da grade de matérias para alinhar os interesses dos jovens com o currículo escolar, trabalhando a proximidade entre estudantes e instituições de ensino, tornando a escola mais atraente como caminho para diminuir a evasão e o abandono escolar.

“Além da troca de experiências, o curso permitiu que os gestores criassem um senso de grupo, que facilita a continuidade do trabalho de compartilhamento de práticas”, destaca Kallás.

Criança Feliz

No último mês, mais de 60 profissionais coordenadores estaduais do Criança Feliz e representantes das Secretarias Estaduais de Assistência Social, do MDS e de organizações do terceiro setor direcionadas ao desenvolvimento da primeira infância concluíram outro curso realizado pelo Insper voltado para Políticas de Apoio à Primeira Infância.

O Programa de Formação em Planejamento para a Implementação de Políticas Públicas e Desenvolvimento da Primeira Infância foi elaborado a pedido do Ministério com o objetivo de aperfeiçoar o planejamento e a gestão nas Secretarias Estaduais de Assistência Social para a implementação do Programa Criança Feliz. A iniciativa do Governo Federal é voltada para a oferta de melhores condições para o desenvolvimento de crianças de famílias de elevada vulnerabilidade. Durante cinco meses, os profissionais foram qualificados no planejamento e implementação de programas educacionais e em métodos de articulação e governança colaborativa.

Os cursos alternaram encontros presenciais e atividades à distância para a aplicação das ferramentas aprendidas em aula e dentro do contexto de atuação dos profissionais, promovendo um aprendizado prático.

“Em um país com realidades tão distintas como o Brasil, as políticas públicas devem contemplar as especificidades de cada região, possibilitando que os projetos sejam desenvolvidos de forma que ajustes locais sejam possíveis, atendendo de forma eficiente a realidade de cada região”, avalia Kallás.

A iniciativa do Insper é desenvolvida em parceria com a Fundação Bernard van Leer, Instituto Unibanco e Itaú BBA.


Convidados internacionais marcam presença no Insper em agosto

William Summerhill, Steven Levitsky e Frank Doyle são alguns dos participantes de eventos na escola

Em agosto, recebemos uma série de convidados internacionais que participaram de eventos da escola e contribuíram para ampliar o entendimento sobre Política, Inovação, Infraestrutura e Economia proporcionando importantes reflexões dos temas que estão no centro do debate atual.

Quem abriu a temporada de presenças internacionais foi o brasilianista William Summerhill, professor da Universidade da Califórnia em Los Angeles, que esteve na escola para o lançamento de seu livro Trilhos do Desenvolvimento: As Ferrovias no Crescimento da Economia Brasileira de 1854 – 1913 no evento Desafios e Entraves para o Desenvolvimento do Transporte Brasileiro. O livro analisa o surgimento do transporte ferroviário no Brasil na segunda metade do século XIX e o impacto gerado para o crescimento econômico do país até o início do século XX.

Summerhill também participou do evento Alice Canabrava: Um dos Grandes Nomes da História Econômica no Brasil em homenagem à professora e fundadora da Associação Nacional de História. O professor fez a apresentação do evento, que também contou com mesa de debate sobre o tema.

A polarização política e a falência dos sistemas democráticos no mundo foram debatidos na escola com a participação de Steven Levitsky, cientista político da Universidade Harvard. Levitsky contribui com o debate com informações de seu novo livro Como as Democracias Morrem, escrito em parceria com Daniel Ziblatt, e que só será lançado em setembro no Brasil. O Cientista Político fez uma análise do cenário pré-eleitoral brasileiro e do americano, com Donald Trump à frente da presidência do País, e como a polarização política pode ser um inimigo às democracias.

De Israel, os convidados puderam conhecer e ampliar as tendências de inovações, com o ex-vice-presidente do Centro de Empreendedorismo da Universidade de Tel Aviv, Dan Balte, no evento Integrando Inovação nos Negócios: Uma Perspectiva de Israel.

E encerrando o mês, o diretor da Escola de Engenharia de Harvard, Frank Doyle, esteve na escola para um encontro com o Comitê Executivo.

Fique atento à agenda de eventos para acompanhar os encontros presencialmente ou pelas transmissões on-line


Sérgio Lazzarini lança nova edição de Capitalismo de Laços com debate na escola

Obra analisa a dinâmica das relações entre empresas e governo e a história econômica brasileira desde os anos 1990

O livro Capitalismo de Laços, escrito pelo professor titular da Cátedra Chafi Haddad, Sérgio Lazzarini, está sendo relançado com conteúdo inédito do autor, trazendo sua reflexão para os dias atuais. Na nova edição, Lazzarini apresenta uma análise detalhada das políticas econômicas do País, o comportamento do setor privado com o governo e os acontecimentos que mexeram nas estruturas políticas do Brasil nos últimos anos. A obra ganha ainda novo prefácio de Claudio Haddad, presidente do Conselho deliberativo do Insper.

“Os acontecimentos políticos dos últimos anos tornam o debate sobre o tema ainda mais necessário, com um melhor entendimento sobre as dinâmicas das relações entre empresas e governo e um exercício de como quebrar este ciclo”, destaca Lazzarini.

A obra analisa o sistema capitalista brasileiro a partir do ponto de vista de que ele é um “emaranhado de contatos, alianças e estratégias de apoio gravitando em torno de interesses políticos e econômicos”, como descrito pelo autor. Para ilustrar essa visão, a obra faz uma reflexão profunda sobre as ligações estabelecidas pelo governo com empresas, tanto públicas quanto privadas, e quais são as consequências dessas conexões.

O posfácio inédito escrito por Lazzarini atualiza o livro com os últimos acontecimentos no turbulento cenário político que se apresentou de lá para cá. “O sistema político precisa ser renovado, para que se possa romper o ciclo que envolve controle da máquina pública para uso político e a relação com o setor privado”, ressalta Lazzarini.

Para o lançamento da nova edição de Capitalismo de Laços, o Insper recebeu, no dia 29 de agosto, Vinicius Torres Freire, colunista da Folha de S.Paulo, para mediar um debate com a participação de Sérgio Lazzarini; Marcos Lisboa, presidente do Insper; e Pedro Passos, sócio e conselheiro da Natura.

Confira o debate pode ser na integra.


Insper e Ministério Público de São Paulo anunciam parceria com foco na melhoria de políticas públicas

Com o acordo, desenvolveremos em conjunto a análise dos dados do órgão para um melhor aproveitamento das informações

Fechamos uma parceria com o Ministério Público de São Paulo (MP-SP) para o desenvolvimento de estudos voltados para o aprimoramento de políticas públicas. Com o acordo, a escola fará uma análise dos dados colhidos pelo MP em conjunto com o órgão e oferecerá suporte tecnológico para que as pesquisas possam se aplicar na prática, resultando em um melhor aproveitamento das informações na atuação do MP-SP.

O primeiro projeto será o estudo de um modelo de detecção de possíveis fraudes, possibilitando identificá-las antes mesmo que aconteçam.

“A relação do Ministério Público com a gestão de políticas públicas é muito relevante e complexa, e é exatamente por isso que essa parceria com a Academia é tão importante”, destaca Paulo Furquim Azevedo, membro do conselho consultivo do Centro de Estudos em Negócios do Insper, durante o evento de anúncio da parceria realizada no início do mês na escola. “Para endereçar e resolver problemas de complexidade como os que o órgão lida, é necessário ampliar o campo do conhecimento com especialistas de diversas áreas”, complementa o coordenador.

“Desde 2016, há uma maior intenção do MP em ter um olhar mais voltado para a inovação. A pesquisa e o conhecimento acadêmico são caminhos para atingir esse objetivo”, destaca Fábio Bechara, secretário executivo do MP-SP. “A parceria permite ainda uma análise mais criteriosa dos dados e um melhor direcionamento dos esforços para a solução dos problemas apontados com menos erros e mais eficiência”, analisa.

O Insper atua em diversas frentes no fomento da pesquisa e seu uso para a melhoria de políticas públicas. Uma delas é a parceria com organizações públicas e privadas. Além do MP-SP, a escola mantém acordo também com a Polícia Militar de São Paulo, ONU Mulheres e Endevor.

voltar

Conheça mais sobre o Insper, uma instituição de ensino e pesquisa sem fins lucrativos, que atua nas áreas de Negócios, Economia, Direito e Engenharia.

Insper
linkedin facebook twitter youtube flickr

Insper

Rua Quatá, 300 - Vila Olímpia
- São Paulo/SP -
Brasil
| CEP: 04546-042
| Tel:
(11) 4504-2400

Webmail | Intranet Corporativa
Todos os direitos reservados

Mapa do site Notícias Acessibilidade Fale conosco