Institucional

Impacto Insper
Insper Instituto de Ensino e Pesquisa

Comissão de Acessibilidade do Insper: aprendizagem conjunta

Respeito e acolhimento ao cidadão com deficiência: esses são os aspectos que regem a Comissão de Acessibilidade (CA), um grupo formado por dez colaboradores cuja missão é discutir e aprimorar todas as formas de acessibilidade disponíveis no Insper e eliminar barreiras para que os PCDs sejam totalmente acolhidos, tornando seu dia a dia mais fácil.

“O Insper estimula a diversidade no seu mais amplo escopo de atuação, desde bolsas de estudo até programas como o ‘Cultivando a Diversidade’, que emprega jovens aprendizes com deficiência intelectual”, diz Luciana de Paula Arjona, gerente de Biblioteca e coordenadora da CA. “A Comissão de Acessibilidade nasceu com o espírito de aprendizagem conjunta, ou seja, as pessoas com deficiência e nós, colaboradores, que ouvimos as reais necessidades dessas pessoas e servimos como interface para promover seu bem-estar de maneira natural”, completa.

A Comissão de Acessibilidade trabalha em diferentes frentes. Com foco em tecnologia assistiva, a biblioteca possui uma ilha de acessibilidade, com lupa de aumento para pessoas com pouca visão e impressoras braile, além de estar no processo de compra de livros em braile e audiolivros.

Também priorizamos o apoio à aprendizagem das pessoas com deficiência, com equipamentos para gravação de aulas e programa para capacitação de pessoas em libras, sendo esse, inclusive, um pré-requisito no processo seletivo de algumas posições. Em uma terceira linha de atuação, focamos em recrutamento e homologação de parceiros que atendam a determinadas necessidades imediatas, como leitores para deficientes visuais e tradutores em libras, entre outros.

“Nossa meta é concluir essas primeiras frentes que estão sendo trabalhadas até fevereiro de 2018, quando a reforma da biblioteca também estará concluída e pronta para receber todos os alunos”, afirma Arjona.

A CPA está com novos desafios

Com uma missão bastante desafiadora, os novos membros da Comissão Própria de Avaliação (CPA) serão responsáveis por avaliar internamente todos os aspectos do Insper exigidos pelo Ministério da Educação (MEC), além de colaborar com um olhar mais amplo para o desenvolvimento institucional da escola.

O novo grupo, composto por cinco professores, cinco alunos, cinco colaboradores e três membros da comunidade civil, em geral ex-alunos, têm mandato até 2019 e assumem um desafio diferente da gestão anterior, que estava focada no cumprimento das ações regulatórias.

Cabe à CPA avaliar a instituição de forma autônoma, considerando os cinco eixos exigidos pelo MEC: planejamento e avaliação institucional durante o período de cinco anos; desenvolvimento institucional; políticas acadêmicas; políticas de gestão; e infraestrutura. É dever da comissão ainda definir as ferramentas, evidências e instrumentos de coleta de informação que validam o andamento do plano.

“Nosso objetivo, com a nova comissão, é acompanhar também o processo de certificação internacional e as metas do planejamento estratégico do Insper, além das regulações institucionais definidas pelo MEC e exigidas por lei. Teremos agora um olhar mais ativo e participativo”, explica Débora Ângelo, presidente da CPA. Segundo ela, o grupo trabalhará ainda para o recredenciamento do curso de Economia e de Engenharia (Computação, Mecânica e Mecatrônica), e para manter as notas 5 nos ENADEs.

voltar

Conheça mais sobre o Insper, uma instituição de ensino e pesquisa sem fins lucrativos, que atua nas áreas de Negócios, Economia, Direito e Engenharia.

Certificações e Reconhecimento

Conheça as certificações, associações e os órgãos de imprensa que reconhecem nossos programas de ensino e produção acadêmica.

Insper
linkedin facebook twitter youtube flickr

Insper

Rua Quatá, 300 - Vila Olímpia
- São Paulo/SP -
Brasil
| CEP: 04546-042
| Tel:
(11) 4504-2400

Webmail | Intranet Corporativa
Todos os direitos reservados

Mapa do site Notícias Acessibilidade Fale conosco