Home/Educação Executiva/Cursos de Curta e Média Duração/Políticas Públicas/Metodologias para análise geo-referenciada de Políticas Públicas

Metodologias para análise geo-referenciada de Políticas Públicas

Curso de Curta Duração

Por que há mais roubos em alguns bairros do que em outros? Como o desemprego de um município afeta os municípios vizinhos? Onde faz sentido a instalação de um novo hospital ou escola? Como poderíamos combinar métodos geo-espacias com métodos qualitativos para gerar melhores respostas a essas perguntas? Esses são alguns exemplos de como políticas públicas poderiam se beneficiar de técnicas e ferramentas de análise espacial.

A análise geo-referenciada – também conhecida como análise geográfico-espacial ou simplesmente análise espacial – é essencialmente um método para analisar qualquer fenômeno de interesse levando em conta a interdependência geográfica das unidades de análise. Essa interdependência é um fator de grande interesse teórico e empírico relacionadas à difusão, transferência, ou transmissão de fenômenos sociais. Gestores públicos e pesquisadores se confrontam cada vez mais com dados que tem uma estrutura de dependências geográficas.

As possíveis aplicações de análises espaciais para políticas públicas são cada vez mais populares e vão desde a simples representação e visualização de dados em mapas até análises de clusters ou sofisticados modelos econométricos espaciais. Esse curso apresenta ferramentas e conceitos introdutórios sobre análise espacial, por meio de uma metodologia aplicada que permite identificar seu uso na formulação, implementação e avaliação de políticas públicas.

Ao final do curso o(a) aluno(a) deverá ser capaz de:

  • Analisar o potencial e os pressupostos de análises espaciais para o desenvolvimento de políticas públicas;
  • Buscar dados relevantes (e.g., shapefiles) em repositórios mais usuais;
  • Visualizar fenômenos de interesse em mapas de diferentes formas;
  • Implementar análises de clusters;
  • Conhecer possíveis análises econométricas espaciais;
  • Identificar softwares e ferramentas disponíveis para análise espacial aplicada a políticas públicas.

O curso é voltado para gestores públicos e de organizações privadas que lidam com políticas públicas e possuem alguma experiência de trabalho com bases de dados, mas pouco ou nenhum conhecimento sobre análise espacial.

Pré-requisitos

  • Inglês fluente (o curso será ministrado por professor americano e usando textos em inglês)
  • Conhecimento básico de estatística e econometria
  • Conhecimento básico de R (ou algum outro software para análise estatística – Stata, Python, etc.)

Corpo docente

Sujeito a alteração sem prévio aviso, em função do número de vagas. Vagas limitadas.

Programa e Investimento

Baixe aqui o programa do curso e investimento.