Home/Educação Executiva/Cursos de Curta e Média Duração/Cursos de Direito/Economia do Compartilhamento: os novos desafios para o Direito

Economia do Compartilhamento: os novos desafios para o Direito

Curso de Curta Duração

Ainda que “Economia do Compartilhamento” tenha muitas definições e que a literatura econômica não tenha chegado a um consenso a respeito de suas características, é possível afirmar que um de seus principais pilares é o uso intensivo de bens antes subutilizados ou mesmo inutilizados. Carros que poderiam ficar diversas horas do dia parados em garagens passam a ser alocados para caronas ou corridas pagas que conectam motoristas e passageiros por meio de aplicativos. Os quartos dos filhos que saíram da casa dos pais podem dar lugar ao uso por parte de residentes temporários, que pagam pela estadia. Estes dois exemplos se referem às duas principais plataformas do que costumamos chamar de “Economia do Compartilhamento”: Uber e AirBnB. Nos últimos anos, as atenções de formuladores de políticas públicas, legisladores e juristas têm se voltado muito mais para o Uber enquanto o debate sobre as melhores maneiras de regular o AirBnB está apenas começando – especialmente quando falamos do Brasil.

O curso Economia do Compartilhamento: o novo desafio para o Direito abordará essas transformações, trazendo um panorama sobre a discussão do tema e, em seguida, sobre a relação entre a economia do compartilhamento em várias áreas do Direito.

Discutiremos como o conhecimento tradicional do Direito está sendo desafiado por estas transformações digitais. Diferentemente das ondas anteriores de Transformação Digital – caracterizadas por gigantes como Apple, Amazon e Google, entre outras –, o espaço é decisivo. Se a economia digital anterior prometia acabar com as distâncias espaciais, tornando possível trabalhar, falar com pessoas ou mesmo comprar de qualquer lugar do mundo, a economia do compartilhamento é predominantemente urbana. Seu modo de funcionamento exige aglomeração e proximidade. E é também por isso que a Economia do Compartilhamento coloca desafios diferentes daqueles da economia digital: sua regulação costuma ser local e as áreas do direito também são distintas.

No caso do AirBnB, a contraposição entre a inovação da plataforma e a indústria hoteleira é apenas uma das perspectivas. A atuação massiva da empresa unicórnio também impacta os mercados de locação de longo prazo, bem como a formulação de políticas públicas no plano urbano. Serão apresentadas experiências regulatórias de Nova York, Barcelona e Berlim, entre tantas outras. Além disto, o enfoque adotado será o do law in action: cada campo dogmático será analisado a partir de conflitos sociais concretos, por meio da lente da mobilização de argumentos jurídicos por diferentes atores sociais.

Clique aqui para conhecer as etapas do Processo Seletivo

  • Identificar e discutir as principais questões colocadas por plataformas vinculadas ao que costumamos denominar “economia do compartilhamento”;
  • Mapear os principais desafios jurídicos colocados por estas plataformas, especialmente pelo AirBnB;
  • Comparar e analisar criticamente diferentes medidas regulatórias tomadas por cidades diferentes ao redor do mundo no que diz respeito ao AirBnB.

Gestores públicos e privados, advogados, urbanistas, empreendedores, profissionais do mercado imobiliário, da rede Hoteleira e demais profissionais que se interessam pelo tema.

Pré-requisitos

  • Formação Superior.
  • O curso será ministrado em português, porém será necessária a compreensão da língua inglesa, principalmente para textos.

O processo seletivo do Insper é simples e objetivo. Conheça as etapas para ingressar no curso:

Documentação

  • Plano de Pagamento
  • Plano de Pagamento EB (este plano é válido somente para matrícula realizada até 25 dias antes do início das aulas)
  • Carta de Responsabilidade Financeira (caso o pagamento seja feito pela sua organização)
  • Ler e assinar os documentos acima

Anexar aqui

  • os documentos acima assinados
  • RG e CPF ou CNH

A apresentação incompleta dos documentos impede a realização da matrícula. Se tiver alguma pendência ou inconsistência na documentação, entraremos em contato pelo telefone ou e-mail para orientar sobre o reenvio dos documentos.

Confira as políticas de descontos dos cursos de Curta Duração

Matrículas Antecipadas (Early Bird): 10% de desconto sobre o valor total do curso, concedido para matrículas realizadas até 25 dias antes do início das aulas. Além do desconto no pagamento, a antecipação da matrícula permite a disponibilização de materiais, leitura prévia ou aplicação de testes (conforme a necessidade de cada curso), uma melhor organização da aula por parte do professor e da escola, para recepcionar os novos alunos com excelência.

Corpo docente

Para mais informações acesse o protocolo de retorno.

Noturno

Carga horária: 30 horas

Início das aulas: A definir

Sujeito a alteração sem prévio aviso, em função do número de vagas. Vagas limitadas.

Programa e Investimento

Baixe aqui o programa do curso e investimento.