Home/Coronavírus/Coronavírus | Orientações para Alunos

Orientações para alunos

English Version

A transição das aulas presenciais para o ensino remoto apresenta oportunidades e desafios. Para otimizar a sua experiência de aprendizado e facilitar a transição para as aulas on-line, conheça abaixo algumas recomendações:

FALE COM SEU PROFESSOR

  • O Blackboard é o canal unificado de contato com o seu professor. Fique atento aos Avisos e Fóruns de Discussão, que serão utilizados pelos professores para se comunicarem com toda a turma. No Blackboard de cada turma também serão disponibilizados os links para as aulas.
  • Procure baixar o aplicativo do Blackboard em seu celular. Ele vai lhe ajudar com notificações sobre novos avisos e materiais disponibilizados.
  • Faça perguntas assim que tiver dúvidas. Essa atitude ajuda a antecipar a resolução de possíveis problemas e a atender questionamentos que seus colegas também podem ter.
  • Mantenha contato com seus colegas de classe. Eles podem fornecer informações úteis e sugestões.
  • Faça o acompanhamento de suas dúvidas com seu professor ou monitor. Eles provavelmente estão recebendo uma carga enorme de mensagens por dia e talvez não possam responder imediatamente. Embora seja adequado verificar questões não respondidas uma vez por semana, não há problema em fazê-lo com mais frequência em casos urgentes, mas não mais do que uma vez por dia.

COMO DEVO ESTUDAR LONGE DO CAMPUS?

Garantir um espaço produtivo é muito importante para o bom desempenho dos estudos remoto. Escolha uma área específica como seu espaço de trabalho e só a utilize para estudar. Por que isso funciona: seu cérebro capta pistas do seu ambiente. Se você tentar trabalhar onde geralmente relaxa, você pode achar difícil se concentrar. Principalmente se você estiver em casa, algumas atitudes podem ajudar a manter o foco e a concentração:

Iniciando

  • Feche a porta para reduzir interrupções;
  • Utilize uma mesa onde você possa dispor todos os seus materiais;
  • Remova qualquer coisa do seu espaço de trabalho não relacionado à tarefa em questão;
  • Use uma cadeira confortável;
  • Use protetores auriculares para reduzir as distrações do som ambiente, se for necessário.
  • Avise familiares e amigos com antecedência sobre os períodos em que você se dedicará aos estudos;
  • Procure alimentar-se de modo saudável;
  • Por mais tentador que seja trabalhar de pijama, isso pode não ser propício para se sentir comprometido com a aprendizagem. Prepare-se para o dia como se estivesse saindo de casa!

DEIXE SEU TELEFONE FORA DE ALCANCE

  • Por que isso funciona: estudos mostram que se uma distração é acessível a você, mesmo que seja silenciosa, você tende a se concentrar menos.
  • Como fazer: tente manter seu telefone fora de alcance quando estiver estudando, seja colocando-o em uma sala diferente ou no fundo de sua bolsa ou mochila.

Use a técnica Pomodoro 

  • Por que isso funciona: usando a técnica Pomodoro, você trabalha por 25 minutos e, em seguida, faz uma pausa de 5 minutos. Você faz uma pausa de 15 minutos depois de 4 Pomodoros. Pode ser mais fácil se concentrar quando você sabe que só precisa trabalhar pelos próximos 25 minutos, e as pausas curtas e frequentes podem ajudá-lo a ter mais foco nos períodos de estudo.
  • Como fazer: Existem vários sites gratuitos, extensões de navegador e aplicativos com temporizadores pré-definidos. Você pode personalizar os tempos de trabalho/intervalo de acordo com suas preferências.

 

DEFINA METAS DIÁRIAS E REALISTAS

  • Por que isso funciona: ter metas a alcançar é mais motivador do que geralmente querer simplesmente “fazer algo”, e vai ajudá-lo a se sentir realizado quando terminar o dia.
  • Como fazer: todas as manhãs, escreva uma lista do que você quer realizar naquele dia. Programe-se pensando nos períodos necessários para alcançar cada objetivo.

ENCONTRE UM PARCEIRO DE ESTUDOS

  • Por que isso funciona: esse parceiro pode ajudar a estruturar o seu dia, incentivar a definir seus objetivos e o motivar a alcançá-los.
  • Como fazer: escolha um colega de classe para conversar regularmente sobre os seus progressos. Um formato possível são diálogos breves, todas as manhãs, compartilhando um com os outro as atividades programadas para o dia, e as realizadas no dia anterior.

ESTABELEÇA MICROTAREFAS

  • Por que isso funciona: pode ser assustador começar uma tarefa muito extensa. Você pode se sentir despreparado, intimidado ou incapaz de terminar a tempo. Ao dividir suas tarefas em partes menores e mais gerenciáveis, é mais fácil começar.
  • Como fazer: divida sua tarefa em partes menores (idealmente atividades que possam ser feitas em uma hora ou menos). Então, em vez de pensar na tarefa como um todo, sua lista de atividades pode incluir revisar cada capítulo de um livro ou analisar suas anotações, por exemplo.


AVALIAÇÕES

Uma avaliação com consulta, feita no conforto de casa pode parecer ótimo à primeira vista. Mas tenha em mente que pode ser bem diferente do que você está acostumado e mais desafiador do que você espera. Prepare-se!

  • Avaliações com consulta tendem a se concentrar mais no “como” e “por quê” (já que você geralmente tem acesso ao “o quê”). Tenha isso em mente enquanto se prepara. Esperamos que você pense criticamente e analise e aplique informações em diferentes tipos de problemas e situações.
  • Não conte com tempo para procurar tudo. Você não terá tempo para aprender um conceito totalmente novo durante a avaliação, então procure entender durante a sua preparação para a avaliação.
  • Esteja atento ao Código de Ética e Conduta do Insper. Preste muita atenção às políticas da disciplina em relação à colaboração e compartilhamento de materiais. Siga-as à risca!

Preparação

  • Dependendo do tipo de avaliação que você está fazendo (múltipla escolha, questões abertas, análise de estudo de caso, desafio de programação etc.), você pode precisar praticar diferentes estratégias para ficar o mais afiado possível.
  • Organize-se agrupando materiais sobre o mesmo tema; criando listas de equações importantes, vocabulário e afins; e criando mapas conceituais, guias de estudo e resumos.
  • Mantenha uma lista de perguntas que você tiver enquanto se prepara. Busque as respostas através de seus próprios recursos e com os professores.
  • Precisa de ajuda para se concentrar? Além de preparar um espaço de trabalho favorável à concentração, você também pode olhar para ferramentas de foco, como a Técnica Pomodoro, descrita acima.
  • Aprenda a reduzir a ansiedade em relação à avaliação. Muitos alunos têm um problema difícil em provas e exames, ficam muito ansiosos e, em seguida, têm dificuldade em se concentrar mesmo nas questões e problemas subsequentes.
  • Quando não souber o que fazer, faça algo. Você pode ler uma pergunta difícil e pensar: “Eu não sei o que fazer!” Se você começar a escrever o que vier à mente, qualquer coisa associada ao problema, isso pode levar você a perceber algo prático em que você pode agir.
  • Pule e volte, em vez de usar muito tempo em um único problema.


DÚVIDAS:

Em caso de qualquer dúvida, consulte nosso FAQ.

***

Partes das orientações desta página são adaptadas, com permissão, do site keepteaching.iu.edu da Universidade de Indiana, EUA. O conteúdo do “Keep Teaching” é licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License pelos Trustees da Indiana University.

Portions of the guidance on this page are adapted, with permission, from the Indiana University keepteaching.iu.edu website. “Keep Teaching” content is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License by the Trustees of Indiana University.