Home/Insper Conhecimento/Políticas Públicas/Formar médicos em regiões desprovidas reduziria disparidades no Brasil