Home/Insper Conhecimento/Políticas Públicas/Capital humano pode atenuar desincentivo à eficiência no setor público