IC-PMN: cai confiança do empresário de pequenas e médias para o 1º TRI

icpmn
Insper Instituto de Ensino e Pesquisa

O Índice de Confiança do Empresário de Pequenos e Médios Negócios no Brasil (IC-PMN) referente ao 1º trimestre de 2014 registrou queda de 0,9 ponto em relação ao quarto trimestre de 2013, de 70,1 pontos para 69,2 pontos. Elaborado pelo Centro de Pesquisas em Estratégia do Insper, com apoio do Santander, o índice tem uma escala de 0 a 100 pontos e é divulgado trimestralmente.

“A pesquisa mostra que os empresários encontram-se menos confiantes na economia brasileira, principalmente devido ao cenário macroeconômico de incertezas e de desaceleração”, explica José Luiz Rossi Junior, professor e pesquisador do Insper.

Apesar da queda, os empresários pesquisados afirmaram que pretendem aumentar seus investimentos para o próximo trimestre e elevaram sua percepção sobre este item de 65,6 pontos no último trimestre de 2013 para 67,8 pontos no início de 2014. A intenção de contratação de novos empregados também aumentou para 61,6 pontos (60,7 pontos no 4º trimestre de 2013).

Na segmentação por setor, a confiança da indústria quase não teve alteração no 1º trimestre de 2014 em relação ao trimestre anterior, passando de 69,1 pontos para 69,6. O comércio apresentou 68,8 pontos (69,9 pontos no 1º trimestre de 2013) e o setor de serviços obteve 70,0 pontos (71,2 pontos anteriormente).

Nordeste é a região mais otimista

Os empreendedores do Nordeste estão mais confiantes que os outros para os primeiros meses de 2014: a região alcançou 73 pontos na pesquisa. Em seguida, está o Centro-Oeste, com 68,6 pontos; acima dos 66,5 pontos registrados no 4º trimestre de 2013. Já os entrevistados das regiões Norte, Sudeste e Sul encontram-se mais cautelosos.

ic-pmn-regiao

 

“Acreditamos que 2014 trará alguns desafios importantes para os pequenos e médios empresários. Estamos trabalhando desde já para oferecer as melhores alternativas em produtos e serviços para auxiliar o empreendedor a gerir bem a sua empresa”, afirma José Roberto Machado, diretor de oferta integrada do Santander.

A queda na confiança pode ser observada em quatro das seis áreas investigadas: economia, ramo, faturamento e lucro, com destaque para o item faturamento. Neste quesito, o indicador caiu para 74,6 no primeiro trimestre do próximo ano ante os 77,8 pontos no quarto trimestre de 2013. A confiança relacionada ao seu próprio ramo de atividade passou de 75 pontos para 72,9 pontos; o item lucro recuou para 73,8 pontos (ante 76,2 pontos) e a confiança na economia apresentou declínio de 65 pontos para 64,5 pontos.

Os dados foram coletados nos meses de outubro e novembro de 2013 por meio de entrevistas telefônicas com 1429 empresários.

 

Leia algumas notícias que saíram sobre o IC-PMN:

Insper: confiança cai entre pequeno e médio empresário; Estadão.com

Cai confiança do pequeno e médio empresário, segundo Insper; Exame.com

Confiança de pequenos e médios empreendedores recua 0,9 ponto; Pequenas Empresas Grandes Negócios

 

Acesse aqui o relatório do IC-PMN para o 1º TRI.

Dezembro/ 2013

voltar

Insper
linkedin facebook twitter youtube flickr

Insper

Rua Quatá, 300 - Vila Olímpia
- São Paulo/SP -
Brasil
| CEP: 04546-042
| Tel:
(11) 4504-2400

Webmail | Intranet Corporativa
Todos os direitos reservados

Mapa do site Notícias Acessibilidade Fale conosco