Home/Agenda de Eventos/São Paulo: evolução radical

Como podemos incluir São Paulo no contexto urbano global? Será o design urbano a chave para chegarmos lá? Essas e outras questões serão o foco do seminário São Paulo: evolução radicalque ocorrerá no Insper, com patrocínio da Haddad Foundation.

Idealizado por Felipe Correa (Escola de Arquitetura da Universidade da Virgínia) e Sol Camacho (fundadora do escritório de arquitetura Raddar), o evento reunirá acadêmicos e profissionais de renome internacional nas áreas de arquitetura, paisagismo, urbanismo e governança urbana para refletir sobre São Paulo.

A discussão se concentrará nos sistemas fluviais da cidade, principalmente o do Rio Tietê, e na reintegração de suas áreas pós-industriais adjacentes à vida da cidade. O simpósio debaterá os procedimentos de design que podem transformar as áreas pós-industriais em bairros centrais de uso misto. Leia mais!

O evento marca também o lançamento do livro São Paulo: uma biografia gráfica (University of Texas Press, 2018), o primeiro estudo abrangente sobre a evolução da cidade, de Felipe Correa. O seminário será em inglês, mas contará com tradução simultânea. Realizado no Auditório Steffi e Max Perlman, no Insper, conta com apoio do Harvard Brazil Office e da University of Virginia School of Architecture.

Faça sua inscrição e participe!
As inscrições são gratuitas, sujeitas à lotação do auditório

Informações

Data: 27/11/2018

Horário: 08h30

Local: Auditório Steffi e Max Perlman – Insper

Entrada: Rua Uberabinha, s/nº - Vila Olímpia

Estacionamento: Rua Uberabinha, s/nº - Vila Olímpia

Programação

8h30

Welcome Coffee

9h15

Abertura | Claudio Haddad (Insper e Haddad Foundation)

9h30

Introdução| Sol Camacho, Raddar

9h40

Apresentação São Paulo: uma biografia gráfica | Felipe Correa (Diretor da Somatic Collaborative (Nova York) e Diretor do Departamento de arquitetura e professor da cátedra Vincent and Eleanor Shea Escola de Arquitetura da Universidade da Virgínia)

10h15

Painel 1 | Cidade de altos e baixos

O primeiro painel abordará dois elementos essenciais na composição da atual forma urbana de São Paulo. Ao longo da segunda metade do século XX, a cidade sistematicamente canalizou seus rios e riachos, além de ladeá-los com extensas marginais. Atualmente, as discussões sobre o futuro da hidrologia e da infraestrutura de mobilidade devem acontecer simultaneamente. Este painel analisará como São Paulo pode repensar conjuntamente suas infraestruturas hidrológicas e de mobilidade monofuncionais em novos projetos urbanos mais multifacetados, que estabeleçam melhor relacionamento com outras escalas e geometrias urbanas.

11h45

Painel 2 | Vida urbana e doméstica

O segundo painel discutirá as questões de habitação e os modelos de vida urbana, essenciais para os espaços domésticos contemporâneos. Com base no legado de habitações coletivas presentes na cidade e nas Américas, em geral, este painel analisará como as áreas pós-industriais do centro da cidade de São Paulo poderiam se tornar o epicentro de novas habitações centrais de uso e renda mistos.

13h

Almoço

14h15

Painel 3 | Projetos urbanos e governança: a autoridade do design que dá forma à cidade

O terceiro e último painel explorará a interseção entre projetos de design e governança em ambientes urbanos complexos. Destacará, especificamente, projetos e processos com sólida sobreposição entre a ambição do design e a vontade política. Além disso, analisará as principais sinergias que deverão ocorrer para implementar ideias de design que possam conectar melhor o centro da cidade de São Paulo à bacia do Rio Tietê.

15h30

Coffee Break

16h

Mesa-redonda

O Arco Tietê: trazendo áreas pós-industriais de volta à vida da cidade.

17h

Encerramento

INSCRIÇÕES

27/11/2018 - São Paulo: evolução radical

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Conheça os palestrantes

Anita Berrizbeitia

Professora de paisagismo na Escola de Pós-graduação em Design da Universidade de Harvard

Felipe Correa

Diretor da Somatic Collaborative (Nova York) e diretor do Departamento de arquitetura e professor da cátedra Vincent and Eleanor Shea na Escola de Arquitetura da Universidade da Virgínia

Francisco Liernur

Historiador e professor de arquitetura na Universidad Torcuato di Tella (Buenos Aires)

Ila Berman

Decana e professora da cátedra Edward E. Elson na Escola de Arquitetura da Universidade da Virgínia

Michael Maltzan

Diretor da Michael Maltzan Architects (Los Angeles)

Michael Sorkin

Diretor do Michael Sorkin Studio (Nova York) e professor emérito de arquitetura na The City College of New York

Priscila Borin de Oliveira Claro

Professora do Insper, membro do Núcleo de Medição para Investimentos de Impacto Socioambiental, e co-presidente da PRME Chapter Brazil – plataforma global das Nações Unidas (ONU)

Raul Justo Lores

Jornalista e escritor, autor de São Paulo nas alturas. Editor-chefe da Veja São Paulo e professor do curso sobre inovação urbana do Insper

Renato Anelli

Historiador e professor de arquitetura no Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo

Sergio G. Lazzarini

Professor Titular da Cátedra Chafi Haddad do Insper e coordenador do Insper Metricis, núcleo de estudos em investimentos e medição de impacto socioambiental.

Sol Camacho

Diretora da Raddar Architecture e diretora cultural do Instituto Bardi

Vinicius Andrade

Diretor da Andrade Morettin Arquitetos Associados e professor de urbanismo do Insper

Thomas Woltz

Diretor da Nelson Byrd Woltz Landscape Architecture (Nova York)