Home/Agenda de Eventos/Perspectivas e desafios do agro brasileiro em 2022

O ano de 2021 será o melhor da história para as exportações do agronegócio brasileiro, que devem atingir cerca de US$ 120 bilhões, impulsionadas principalmente pela demanda firme da China e dos países emergentes do Hemisfério Oriental. O número consolida a posição do Brasil como grande e regular fornecedor global, contribuindo para a segurança alimentar de centenas de países.

No entanto, em âmbito doméstico, temos visto o aumento da inflação relacionada aos alimentos e dos níveis de insegurança alimentar da população afetada pelo baixo crescimento do país e pela pandemia de Covid-19. Preocupa também o forte crescimento dos preços de insumos, máquinas e equipamentos usados pelos produtores rurais, gerando uma pressão de redução de margens. A retomada do crescimento global no pós-pandemia veio acompanhada de fortes desequilíbrios de oferta e demanda em setores como fertilizantes, defensivos, energia e transportes.

Em 2022, o combate ao desmatamento ilegal, a redução de emissões de gases de efeito estufa pela agropecuária, o maior engajamento na pauta climática global e o reforço nos esforços de diálogo e comunicação do país no exterior serão parte central da agenda estratégica do setor. Preocupa também as pressões de aumento do protecionismo global relacionado com políticas de soberania alimentar no pós-pandemia e o recrudescimento das barreiras sanitárias, técnicas e burocráticas que impedem o acesso dos nossos produtos ao mercado mundial.

Somam-se ainda as incertezas em relação ao quadro eleitoral brasileiro de 2022 e o desequilíbrio das contas públicas, com aumento da inflação e da taxa de juros, que podem afetar o desempenho do agro brasileiro.

Para debater as perspectivas e desafios do agronegócio brasileiro em 2022, reunimos presencialmente no auditório do Insper, com transmissão virtual, importantes nomes do setor: Eduardo Monteiro, vice-presidente comercial da Mosaic Fertilizantes, Eduardo Bastos, diretor de sustentabilidade da Bayer Crop Science, Paulo Sousa, presidente da Cargill no Brasil, Pedro Fernandes, diretor de Agronegócios do Itaú-BBA e Pedro Palma, vice-presidente comercial da Rumo Logística. Julia Dias Leite, diretora-presidente do CEBRI, fez a abertura, e Marcos Jank, coordenador do Núcleo de Agro do CEBRI e do Insper Agro Global foi o moderador.

Webinars Insper – O Insper acredita que informação de qualidade, baseada em evidência, é fundamental para tomada de decisão e para o enfrentamento aos desafios impostos pelo novo coronavírus. Nesse sentido, a escola promove uma série de eventos on-line, gratuitos, para divulgar conteúdos relevantes como panorama econômico, aspectos trabalhistas, ferramentas jurídicas aplicáveis, desafios para startups, liderança e gestão de equipes remotas, gestão do capital de giro em tempos de crise, impactos nas cadeias de suprimento e em empresas familiares, entre outros temas. Confira a programação completa e assista, na íntegra, aos eventos que já estão no nosso canal.

Leitura recomendada:

O Brasil no AgroGlobal

Veja como foi o webinar:

Informações

Data: 16/12/2021

Horário: 18h00

Local: Auditório Steffi e Max Perlman - Térreo

Entrada: Rua Uberabinha, s/n - São Paulo-SP

Estacionamento: Netpark - Entrada pela Rua Uberabinha, s/no.

Programação

Lançamento da versão impressa do livro O Brasil no Agro Global: reflexões sobre a inserção do agronegócio brasileiro nas principais macrorregiões do planeta

Lançamento do portal de dados Global Agri Trade Data  – Gat

Debate “Perspectivas e Desafios do Agro Brasileiro em 2022”

Coquetel de encerramento

INSCRIÇÕES

Realização:

Apoio institucional:

Logo do apoiadores do Agro     

Colaboração técnica:

 

Conheça os participantes

Eduardo Bastos

Diretor de sustentabilidade da Bayer Crop Science. Foi diretor executivo da AIPC (Associação das Indústrias Processadoras de Cacau) e diretor de relações governamentais na Dow. Ocupou ainda a presidência do Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS). É engenheiro agrônomo pela ESALQ-USP.

Eduardo Monteiro

Vice-presidente Comercial da Mosaic Fertilizantes. Anteriormente atuou em outras empresas do agronegócio e serviços financeiros. É economista pela FAAP e contador pela Universidade Mackenzie. Possui especialização em liderança (Dom Cabral) e MBAs pela FIA e FIPECAFI.

Paulo Sousa

Presidente da Cargill no Brasil e líder para a América do Sul. Construiu toda sua carreira dentro da empresa, onde está há 30 anos. É zootecnista com especialização em administração de empresas pela FGV.

Pedro Fernandes

Diretor de Agronegócios do Banco Itaú BBA, onde desenvolveu toda a sua carreira. É engenheiro mecânico de produção, com especialização pela École Centrale de Paris.

Pedro Palma

Vice-presidente comercial da Rumo Logística, tendo ocupado cargos de diretoria comercial e operações. Anteriormente trabalhou na Votorantim Cimentos. É Conselheiro de Administração Certificado pelo IBGC. Formado em Engenharia Eletrônica pela UFPE com MBA pela London Business School.

Julia Dias

Diretora-presidente do Centro Brasileiro de Relações Internacionais. Atua há 20 anos na área de relações internacionais. Foi secretária executiva do Conselho Empresarial Brasil-China. É fellow do Inter-American Dialogue e presidente do conselho de administração da Piemonte Holding.

Marcos Jank

Professor de agronegócio e coordenador do centro Insper Agro Global. Foi presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) e do ICONE. Atuou como VP de assuntos corporativos da BRF para a Ásia-Pacífico, onde também representou entidades exportadoras do agronegócio.