Home/Agenda de Eventos/O futuro das pastagens e a revolução da integração lavoura-pecuária-floresta

Webinar

Agricultura, pecuária e silvicultura ocupam cerca de 30% do território nacional, em termos absolutos são 260 milhões de hectares. Deste total as pastagens representam quase 70%, abrangendo uma área ao redor de 175 milhões de hectares, dos quais mais de 90 milhões estão em condições de degradação.

Tal cenário pode ser encarado como uma oportunidade para o Brasil avançar em duas frentes: na expansão agrícola sustentável por meio da intensificação produtiva e na restauração florestal. Estima-se que o Brasil já tenha cumprido a meta de recuperar 15 milhões de hectares de pastagens degradadas até o final de 2020, boa parte, por meio da expansão cada vez maior da ILPF.

Para jogar luz sobre o potencial de uso da terra no Brasil sob a perspectiva das pastagens vamos reunir Mariane Crespolini, diretora de produção sustentável e irrigação do Mapa, Marize Porto, produtora rural na Fazenda Santa Brígida, Renato Rodrigues, pesquisador da Embrapa e presidente do conselho da Rede ILPF e Christian Pereira, diretor de marketing da Mosaic Fertilizantes.

Webinars Insper – O Insper acredita que informação de qualidade, baseada em evidência, é fundamental para a tomada de decisão e para o enfrentamento dos desafios impostos pela chegada do novo coronavírus. Nesse sentido, a escola promove uma série de eventos on-line, gratuitos, para divulgar conteúdos relevantes como panorama econômico, aspectos trabalhistas, ferramentas jurídicas aplicáveis, desafios para startups, liderança e gestão de equipes remotas, gestão do capital de giro em tempos de crise, impactos nas cadeias de suprimento e o impacto do novo coronavírus em empresas familiares. Confira a programação completa e assista, na íntegra, os eventos que já estão no nosso canal.

Inscreva-se e participe!

Informações

Data: 17/06/2021

Horário: 18h00

INSCRIÇÕES

17/06/2021 - O futuro das pastagens e a revolução da integração lavoura-pecuária-floresta
  • DECRETO Nº 58.228, DE 16 DE MAIO DE 2018 Dispõe sobre o uso do nome social e o reconhecimento da identidade de gênero de travestis, mulheres transexuais e homens trans em todos os órgãos da Administração Pública Municipal Direta e nas autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de economia mista municipais, bem como nos serviços sociais autônomos instituídos pelo Município, concessionárias de serviços públicos municipais e pessoas jurídicas referidas no artigo 2º, inciso I, da Lei Federal nº 13.019, de 31 de julho de 2014, que mantenham qualquer espécie de ajuste com a Administração Municipal.
  • Acessibilidade

    O campus do Insper está em conformidade com os padrões nacionais estabelecidos para acessibilidade, de forma que as pessoas com deficiência física encontrem as condições necessárias para circular com autonomia. Conheça nossas ações de Acessibilidade.
    Para garantir a qualidade dos serviços contratados, as solicitações para Interpretação em Libras devem ser feitas até 48 horas úteis antes do evento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Realização:

Apoio:

Logo Bayer

Logo Cargill

Logo Mosaic Fertilizantes

Logo rumo

Conheça os participantes

Christian Pereira

Diretor de Marketing da Mosaic Fertilizantes. Experiência em marketing, inovação, digital, inteligência de mercado, gestão de vendas e atendimento ao cliente. Atuou em empresas como Dow AgroSciences, Royal Canin, Mondelez e outras. É veterinário (USP) e administrador (UnB) com MBAs pela FGV e FIA.

Julia Dias Leite

Diretora-presidente do CEBRI. Atua há 20 anos na área de Relações Internacionais. Foi Secretária Executiva do Conselho Empresarial Brasil China (CEBC). É Fellow do Inter-American Dialogue e Presidente do Conselho de Administração da Piemonte Holding.

Marcos Jank

Professor sênior de agronegócio global do Insper e coordenador do Insper Agro Global. Membro do Conselho Consultivo Internacional do CEBRI.

Mariane Crespolini

Diretora do Departamento de Produção Sustentável e Irrigação da Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação do MAPA. Foi pesquisadora no Cepea (ESALQ/USP), é gestora ambiental e doutora em desenvolvimento econômico pelo IE/Unicamp.

Marize Porto

Pprodutora rural na Fazenda Santa Brígida onde implantou o sistema de Integração Lavoura Pecuária Floresta (ILPF) e gerencia o negócio com foco na melhoria contínua e na sustentabilidade socioambiental, com o mantra “produzir e preservar é possível”

Renato Rodrigues

Pesquisador da Embrapa Solos, presidente do conselho da Rede ILPF, coordenador da subrede Agricultura e Mudança do Clima, Rede Clima e membro da UNFCCC para revisões dos inventários de GEE de Agricultura. É biólogo e doutor em Geociências.