Home/Agenda de Eventos/Juros que Poupo: como fazer os juros serem mais baixos no Brasil

No Brasil, os custos decorrentes da inadimplência são o dobro de outros países emergentes e oito vezes maior que em países desenvolvidos. O peso da carga tributária também é muito maior.

É possível reduzir os custos do crédito, com taxas de juros civilizadas, contribuindo para o país crescer mais, gerar mais emprego e mais renda? Desde 2016, a taxa Selic determinada pelo Banco Central vem caindo e uma agenda de reformas microeconômicas tem sido implementada – a chamada Agenda BC Mais. Mas há muito mais a fazer.

O debate em torno da importância da redução dos juros no Brasil para a retomada do crescimento, terá como principais objetivos avaliar os empecilhos que têm impedido a redução e expor os possíveis caminhos para os bancos, governo, Congresso Nacional, o Judiciário e a sociedade civil possam contribuir para mudar esse cenário. São medidas concretas, que efetivamente, podem baixar os juros, como toda nação deseja.

Por quê? Economês em bom português, INFI – Instituto FEBRABAN de Educação e Insper entendem a importância de analisar propostas dos diferentes setores sociais – bancos, governo e sociedade civil organizada – para fazer os juros serem mais baixos e, por este motivo, promovem o debate Juros que Poupo: Como fazer os juros serem mais baixos no Brasil.

O evento contará com Murilo Portugal (FEBRABAN), Ana Paula Vescovi (ex-Secretária Executiva, Ministério da Fazenda, ex-presidente do Conselho de Administração da Caixa Econômica Federal), Marcos Lisboa (Insper), Bruno Giovannetti (EESP FGV e Por Quê?) e Joel Pinheiro da Fonseca (economista). Entre os temas principais estarão visões e propostas elencadas no livro publicado pela FEBRABAN em 2018 e como fazer os juros serem mais baixos no Brasil. Inscreva-se!

Assista ao vivo em 17/05/2019, às 9h20.

 

Realização:

logo empresas parceiras juros que poupo

Faça sua inscrição e participe dessa discussão!

 

 

Informações

Data: 17/05/2019

Horário: 09h00

Local: Auditório Steffi e Max Perlman– Insper

Entrada: Rua Uberabinha, s/n – Vila Olímpia

Estacionamento: Rua Uberabinha, s/n – Vila Olímpia

Programação

9h

Recepção e welcome coffee

9h20

Abertura

  • Marcos Lisboa (Insper)
  • Bruno Giovannetti (EESP FGV e Por Quê?)

9h40 às 10h

Apresentação

  • Ana Paula Vescovi (ex-Secr. Executiva, Min. Fazenda, ex-presidente do Conselho de Administração da Caixa Econômica Federal)

10h

Apresentação

  • Marcos Lisboa (Insper)

10h20

Apresentação

  • Murilo Portugal (FEBRABAN)

10h40

Apresentação

  • Bruno Giovannetti (EESP FGV e Por Quê?)

11h

Debate

  • Mediação de Joel Pinheiro da Fonseca, economista

11h30

Perguntas da plateia e encerramento

12h

Encerramento

INSCRIÇÕES

17/05/2019 - Juros que Poupo: como fazer os juros serem mais baixos no Brasil

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Conheça os palestrantes

Murilo Portugal Filho

É Presidente Executivo da Federação Brasileira de Bancos – FEBRABAN. É bacharel em Direito pela Universidade Federal Fluminense, tem diploma em Desenvolvimento Econômico pela Universidade de Cambridge e é mestre em Economia pela Universidade de Manchester, Inglaterra.

Ana Paula Vescovi

É economista com mestrado em Economia do Setor Público (UNB) e em Administração Pública (FGV-RJ). Foi Secretária-Executiva do Ministério da Fazenda e Secretária o Tesouro Nacional, além de presidente do Conselho de Administração da Caixa e do Instituto de Resseguros do Brasil. Servidora pública durante 25 anos, atuou por 10 anos na Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda, além do senado federal e do governo do estado do Espírito Santo.

Marcos Lisboa

Tem uma trajetória que abrange experiências em instituições acadêmicas, no governo e como executivo de instituições financeiras. Atual presidente do Insper, de 2013 a abril de 2015 atuou como vice-presidente. De 2006 a 2009, atuou como diretor executivo do Itaú Unibanco e, de 2009 a 2013, como vice-presidente. De 2005 a 2006, foi presidente do Instituto de Resseguros do Brasil e atuou como secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda de 2003 a 2005. Marcos foi professor assistente de economia na Escola Brasileira de Economia e Finanças da Fundação Getúlio Vargas entre 1998 e 2002 e, anteriormente, como professor assistente de Economia no Departamento de Economia da Universidade de Stanford, de 1996 a 1998. Marcos é Ph.D. em economia pela Universidade da Pensilvânia.

Bruno Giovannetti

É Ph.D. em Economia pela Columbia University e professor da Escola de Economia de São Paulo da FGV. Sua pesquisa é focada em Investimentos e Finanças Comportamentais

Joel Pinheiro

É economista e filósofo. Integra o time de comentaristas do programa 3em1 da Rádio Jovem Pan e escreve coluna semanal para a Folha de S. Paulo e o aplicativo Exame Hoje. Tem canal no Youtube com o próprio nome.