Home/Agenda de Eventos/Impacto fiscal na União, Estados e Municípios

Webinar

A dura crise de saúde pública vai exigir forte expansão do gasto público e deterioração das contas fiscais. A projeção do Tesouro Nacional no início de abril é de um déficit primário recorde de R$ 429 bilhões (5,9% do PIB), com tendência a aumentar a medida que novas políticas sejam anunciadas.

O aumento de despesas e a redução de receitas já contratados até agora são suficientes para levar a dívida bruta para a casa dos 90% do PIB. Não há espaço para expansões adicionais da despesa e do déficit público sem que se eleve muito o grau esforço fiscal que será necessário, no futuro, para conter a dívida pública.

O segundo webinar da parceria Centro de Gestão de Políticas Públicas (CGPP) do Insper e o JOTA discutiu o impacto fiscal na União, estados e municípios neste momento de Pandemia. O evento ocorreu na quinta -feira, 09/04, às 11h30, com o economista e pesquisador do Insper Marcos Mendes.

A PARCERIA — Com o objetivo de apoiar não só os tomadores de decisão, mas também a sociedade de forma geral, que se preocupa com este momento, CGPP do Insper e o JOTA  firmaram parceria para promover série de webinars. O objetivo é destacar os impactos e alternativas para este momento.

“Acreditamos que o debate em torno de conteúdos relevantes poderá apoiar o Brasil a atravessar esse momento de maneira fundamentada e buscando sempre o bem-estar da sua população”, afirma André Luiz Marques, coordenador executivo do CGPP.

Para Marques, a informação de qualidade e baseada em evidência sempre foi necessária para uma boa tomada de decisão. “Neste momento, ganha particular importância, pois com base nestas informações serão definidas as políticas de combate aos efeitos desta pandemia”, diz.

Veja como foi o evento:

Informações

Data: 9/04/2020

Horário: 11h30

CONHEÇA O PALESTRANTE

Marcos Mendes

É graduado e mestre em Economia pela Universidade de Brasília. Doutor em Economia pela Universidade de São Paulo. Desde 1989 trabalha no Governo Federal, já tendo atuado na Secretaria do Tesouro Nacional, no Banco Central e no Senado Federal. De 2016 a 2018 foi Chefe da Assessoria Especial do Ministro da Fazenda. Em 2006 organizou e publicou o livro Gasto Público Eficiente: 91 propostas para o desenvolvimento do Brasil (Editora Topbooks). Em 2014 publicou Por que o Brasil cresce pouco? (Elsevier Editora), antecipando a forte crise econômica que se abateria no país a partir daquele ano. É autor de vários capítulos de livros e artigos sobre finanças públicas e questões institucionais brasileiras. Desde junho de 2019 é colunista de Economia da Folha de S.Paulo.