Home/Agenda de Eventos/Existe futuro para Indústria?

Webinar

A indústria é um importante instrumento para alavancar o desenvolvimento de uma sociedade, pois gera empregos de qualidade e estimula a inovação, a pesquisa e a educação. O Brasil vem perdendo sua força industrial continuamente e há hoje uma grande preocupação com o futuro.

É necessário debater os valores e elementos das estratégias das indústrias para refletirmos a respeito das ações, políticas e estratégias que possam alavancar o seu desenvolvimento. Neste sentido, o Insper realizou o webinar Existe futuro para a Indústria? Reunindo especialistas e representantes de diferentes segmentos bem sucedidos da indústria, a agenda debateu valores e elementos da estratégia que conduziram aos resultados positivos.

Na programação do primeiro encontro tivemos nomes como José Roberto Mendonça de Barros (Economista e sócio da MB associados), Marcos Lisboa (Presidente do Insper), Eduardo Ribeiro (Diretor Presidente da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração – CBMM), João Paulo Gualberto da Silva (Diretor Superintendente Energia da WEG S.A.) e Paulo Hartung (Presidente Executivo da Indústria Brasileira de Árvores – Ibá).

Além da apresentação de casos que comprovam que é possível encontrar o caminho, o debate foi mediado por João Fernando Gomes de Oliveira (Professor de Manufatura da USP de São Carlos, Empresário e Conselheiro do Insper) e José Roberto Mendonça de Barros, Economista e Sócio da MB Associados, analisará temas cruciais para o setor.

Webinars Insper – O Insper acredita que informação de qualidade, baseada em evidência, é fundamental para tomada de decisão e para o enfrentamento aos desafios impostos pela chegada do novo coronavírus. Neste sentido, a escola promove uma série de eventos on-line, gratuitos, para divulgar conteúdos relevantes como panorama econômico, aspectos trabalhistas, ferramentas jurídicas aplicáveis, desafios para startups, liderança e gestão de equipes remotas, gestão do capital de giro em tempos de crise, impactos nas cadeias de suprimento e o impacto do novo coronavírus em empresas familiares. Confira a programação completa e assista, na íntegra, aos eventos que já passaram pelo nosso canal!

Veja como foi o evento e entenda da maneira que o pensamento transformador pode ser definitivo para o desenvolvimento da indústria brasileira!

Informações

Data: 6/04/2021

Horário: 09h30

Programação

9h30 - 9h50

Abertura: José Roberto Mendonça de Barros e Marcos Lisboa

9h50 – 10h10

Caso 1 – WEG: João Paulo Gualberto da Silva – Diretor Superintendente WEG Energia

10h10 – 10h30

Caso 2 – CBMM: Eduardo Augusto Ayroza Galvão Ribeiro – Presidente da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM)

10h30 – 10h50

Caso 3 – IBÁ: Paulo Hartung – Presidente Executivo da Indústria Brasileira de Árvores (Ibá)

10h50 – 11h30

Discussão: Elementos para viabilidade industrial no Brasil.

INSCRIÇÕES

06/04/2021 - Webinar: Existe futuro para Indústria?
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Realização:

Conheça os participantes

Eduardo Augusto Ayroza Galvão Ribeiro

É Engenheiro Metalurgista, formado pela Escola Politécnica – USP, com mestrado e doutorado em Engenharia Metalúrgica pela mesma instituição, além de ter realizado o Programa de Gestão Avançada no IESE – Navarra University, Espanha. Iniciou sua carreira na Aços Villares, em 1985, na área de Pesquisa e Desenvolvimento. Após passagens por diversas áreas, torna-se presidente da Sidenor ABX, no México, em 2001, regressando ao Brasil para atuar como Diretor Geral da Unidade de Aços Especiais da Aços Villares, em 2005. De 2007 a 2016 atuou com Diretor de Operações da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração. Em dezembro de 2016 assume a posição de Presidente/CEO da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração – CBMM.

João Fernando Gomes de Oliveira

Atualmente, é vice-presidente da Academia Brasileira de Ciências. Possui graduação, doutorado e livre docência em Engenharia Mecânica pela Universidade de São Paulo e pós-doutorado pela University of California – Berkeley. É professor titular da Escola de Engenharia de São Carlos da USP, fellow da International Academy for Production Engineering – CIRP e membro da Associação Brasileira de Ciências Mecânicas – ABCM e da Society of Manufacturing Engineers – SME. Tem 250 trabalhos publicados e 5 patentes. Foi diretor presidente do Instituto de Pesquisas Tecnológicas – IPT e condecorado com a Grã-Cruz e a Comenda da Ordem Nacional do Mérito Científico. Recebeu o Prêmio FCW da Fundação Conrado Wessel, o Prêmio Anísio Teixeira da CAPES/MEC e o SAP Americas Innovation Award. Participa dos conselhos do IPT, Agência USP de Inovação, Instituto Butantã, Natura, Insper, FAPESP, CNPEM, CAPES e CNPq.

João Paulo Gualberto da Silva

Executivo com 31 anos na empresa WEG. Foi diretor da WEG Electric (Atlanta, USA) por 16 anos. Atualmente é membro do Conselho da ABEEÓLICA - Associação Brasileira de Energia Eólica e membro do Conselho Eólico da ABIMAQ - Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos. Já foi membro do Comitê Motors and Generators da National Electrical Manufacturers Association (Washington-USA)

José Roberto Mendonça de Barros

Membro do Conselho Consultivo da Usinas Itamarati, do Scotiabank e da Associação Sociedade de Cultura Artística. Diretor Presidente da Fundação Adib Jatene no mandato de setembro de 2018 até setembro de 2020, e em outubro de 2020 tornou-se membro do Conselho Curador. Articulista do O Estado de São Paulo. Colunista da Rádio BandNews FM. Em 2019, recebeu o prêmio Ney Bittencourt de Araújo – Personalidade do Agronegócio. Participou de vários Conselhos de Administração e Consultivo, tais como FEBRABAN, BM&F BOVESPA, Frigorífico Minerva, Banco Santander (Brasil), Grupo O Estado de São Paulo, Tecnisa e Pão de Açúcar. Desenvolveu e estruturou o Projeto do Novo Mercado para a BOVESPA.

Marcos Lisboa

Tem uma trajetória que abrange experiências em instituições acadêmicas, no governo e como executivo de instituições financeiras. Atual presidente do Insper, de 2013 a abril de 2015 atuou como vice-presidente. De 2006 a 2009, atuou como diretor executivo do Itaú Unibanco e, de 2009 a 2013, como vice-presidente. De 2005 a 2006, foi presidente do Instituto de Resseguros do Brasil e atuou como secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda de 2003 a 2005. Marcos foi professor assistente de economia na Escola Brasileira de Economia e Finanças da Fundação Getúlio Vargas entre 1998 e 2002 e, anteriormente, como professor assistente de Economia no Departamento de Economia da Universidade de Stanford, de 1996 a 1998. Marcos é Ph.D. em economia pela Universidade da Pensilvânia.

Paulo Hartung

Economista, ex-governador do Estado do Espírito Santo (2003-2010 e 2015-2018), presidente executivo da Indústria Brasileira de Árvores (Ibá); integra o movimento Todos Pela Educação; compõe os conselhos consultivos de Educação do Estado de São Paulo, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI); conselheiro da Unimed Participações; membro dos movimentos RenovaBR e Agora!